Amazon é liberada para começar testes de entrega por drone
Créditos: Amazon / divulgação

Amazon é liberada para começar testes de entrega por drone

A empresa recebeu a certificação de transportadora aérea da FAA

A Amazon recebeu a certificação de transportadora aérea pela Administração Federal de Aviação (em inglês: Federal Aviation Administration - FAA) e está liberada para iniciar seus testes de entrega comercial por drone no território estadunidense.

A liberação mostra que o governo está confiante nos planos de entrega da gigante do varejo, e das demais empresas que também foram certificadas anteriormente, como a Wing, a subsidiária da Alphabet Inc., conglomerado ao qual a Google pertence.

As entregadoras ainda precisam passar por alguns obstáculos técnicos e regulamentares antes do inícios dos testes, afinal, não é nada bom a entregas dos outros caindo no telhado de sua casa né?

“Esta certificação é um passo importante para a Prime Air e indica a confiança da FAA nos procedimentos operacionais e de segurança da Amazon para um serviço autônomo de entrega de drones que um dia entregará pacotes para nossos clientes em todo o mundo”

 

Afirmou David Carbon, vice presidente e responsável pelo projeto do Amazon Prime Air em declaração ao Bloomberg.

06/06/2019 às 11:51
Para as entregas a empresa pretende utilizar seu drone chamado de Amazon Prime Air, que foi apresentado em junho do ano passado no FAA UAS Symposium, em Baltimore. Segundo a empresa, o Prime Air consegue percorrer 24 quilômetros carregando um pacote de 2,2 quilos em apenas 30 minutos. 

A empresa ainda não revelou seus planos para os inícios dos testes, nem quais as cidades que o serviço funcionará.

Jordan Stead | Amazon

Para receber a certificação, a Amazon teve que documentar tudo, desde o processo de treinamento de pilotos como os testes de drogas. A empresa também teve que exibir toda a sua operação para os inspetores da FAA recentemente. 

Continua após a publicidade

Com isso, a Amazon busca se igualar com a Wing, que com a parceria da Walgreens, FedEx Corp. e alguns varejistas locais, vem entregando pequenas encomendas, como remédios sem receitas, lanches e presentes no estado da Virginia. E a UPS, que vem realizando a entrega de remédios em um campus médico na Carolina do Norte. 

O caminho para as entregas diárias ainda é longo, as empresas ainda aguardam os novos regulamentos da FAA, que visam a regulamentação dos voos de drones sobre multidões.

Fonte: Bloomberg
User img

Willian Vieira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

TUDO que o NVIDIA BROADCAST consegue fazer!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.