Respirador da NASA será construído no Brasil por Senai e Russer
Créditos: Reprodução/Confederação Nacional da Indústria

Respirador da NASA será construído no Brasil por Senai e Russer

Equipamento é utilizado para tratar pacientes infectados com coronavírus

A empresa de medicamentos brasileira Russer em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) deverá produzir ventiladores pulmonares projetados pela Agência Espacial dos Estados Unidos (NASA). O protótipo criado pela agência foi divulgado em abril desse ano prometendo ser mais leve, prático e barato para produzir. O aparelho foi batizado de "VITAL" e aprovado em testes realizados na Escola de Medicina de Icahn, no Hospital Monte Sinal dos Estados Unidos. 

SENAI - site oficial

Com a produção nacional do equipamento, espera-se auxiliar um número maior de pacientes infectados pelo coronavírus. Quadros mais graves da doença precisam de aparelhos como esses para garantir a respiração.

A homologação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi obtida na semana passada, de acordo com informações da Agência Brasil. Inicialmente, a Russer deve produzir 300 ventiladores pulmonares por mês, mas ainda não há previsão de quando o produto estará no mercado.

Preços dos ventiladores pulmonares
Enquanto no mercado A média de preço de um aparelho como esse é entre R$ 50 mil e R$ 60 mil. Entretanto, como o respirador pulmonar da NASA tem como vantagem o menor custo de produção, os dispositivos deverão custar R$ 20 mil. O projeto também vai ampliar a produção nacional desse equipamento

É uma vantagem robusta e vai ter uma cadeia nacionalizada de componentes e isso é importante para a produção”, disse Rafael Lucchesi, diretor-geral do Senai.

11/08/2020 às 21:10
Notícia

WEG cria linha de tintas que mata o coronavírus

Empresa catarinense diz que o produto pode ser usado para proteger locais como hospitais e supermercados

A empresa Russer e o Senai se inscreveram em uma chamada pública da NASA para uma parceria de fabricação do aparelho. Inicialmente, 331 empresas de vários países foram selecionadas, mas apenas 28 companhias passaram para a segunda seleção, incluindo ambas as instituições brasileiras. A NASA não irá cobrar pelos royalties durante a pandemia.

Continua após a publicidade

O projeto do respirador da agência espacial NASA foi feito em parceria com os engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL na sigla em inglês) da própria. O respirador VITAL levou 37 dias para ser criado, um tempo curto para algo tão desafiador. 

 

Fonte: Portal da Indústria, Agência Brasil
User img

Mariela Cancelier

Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

A GoPro HERO9 Black chegou - praticamente PERFEITA!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.