Alta demanda por notebooks faz com que pedidos de chips USB aumentem 30%
Créditos: Reprodução/ Shutterstock

Alta demanda por notebooks faz com que pedidos de chips USB aumentem 30%

Os fornecedores estão enviando todo o seu estoque para suprir a cadeia de produção

Leitura Rápida

  • O aumento da demanda dos clientes por notebooks está afetando todos os setores da indústria
  • As fabricantes estão procurando fornecedores adicionais para suprir o fluxo de produção
  • O Digitimes prevê um aumento de 30% em chips de USB para o próximo trimestre

A pandemia de Covid-19 está obrigando as pessoas adequarem seus equipamentos para um sistema remoto. Isso fez com que a procura por novos PCs, principalmente de notebooks, tivesse um crescimento que não ocorria há anos. Isso afeta todos os ramos da indústria. Recentemente, um relatório do Digitimes mostrou que a tendência é que a demanda por chips USB cresçam em 30% no próximo trimestre.

Atualmente os clientes dos EUA estão se preparando para o início de um novo semestre letivo. As aulas possuem um tempo diferente do Brasil e as férias de verão, para o hemisfério norte, estão encerrando. Como o país ainda é o primeiro em taxas de contágio, a tendência é que as escolas permaneçam fechadas. Isso obriga os estudantes a investir em equipamentos para que eles consigam acompanhar as aulas.

O mesmo ocorre para alguns setores da indústria. Muitos trabalhadores de escritório estão agora fazendo home office. Um equipamento desatualizado, ou mesmo com pouca capacidade, impacta diretamente no desempenho do trabalho. Esse é outro motivo para que as pessoas procurem um novo PC. 

No início da pandemia não se sabia por quanto tempo a tendência iria durar. Pelo que é possível perceber, poucos ramos da indústria previram esse crescimento significativo de vendas. Isso fez com que muitos fabricantes acabassem com todo o estoque existente para atender a nova demanda por mais notebooks. Uma vez que aumentar a produção poderia causar prejuízo para alguns setores. 

11/08/2020 às 21:19
Notícia

USB 4.0 terá transferência de até 40Gbps, 8x mais que USB 3.0

Velocidade também é 80x mais rápida que USB 2.0

Isso porque se a procura aumenta, a produção também precisa crescer. Foi isso que muitas fabricantes fizeram. O problema está em seus fornecedores, que continuaram com o mesmo fluxo de produção, que está se mostrando insuficiente. O resultado é uma alta procura por fornecedores para componentes adicionais de chips USB.

Continua após a publicidade

Mesmo que novos parceiros sejam encontrados, o processo não é tão rápido como se faz necessário neste momento. Em qualquer cadeia de suprimentos, o tempo de espera para novos pedidos pode se estender por vários meses. Soluções estão sendo incluídas, como adaptadores de USB-C para adaptadores USB padrão, que também tiveram um aumento de pedidos nos últimos meses e, tende a crescer ainda mais no próximo trimestre. 

Via: Tom's Hardware, Digitimes
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.