Conheça o RoBeetle, besouro robótico que pode viajar mais de duas horas sem bateria
Créditos: Reprodução Youtube | IEEE Spectrum

Conheça o RoBeetle, besouro robótico que pode viajar mais de duas horas sem bateria

O pequeno dispositivo pode carregar até 2,6 vezes o seu próprio peso

Uma equipe de pesquisadores da University of Southern California criou o RoBeetle, besouro robótico autônomo que pode viajar por mais de duas horas sem bateria. Ele é inspirado nos insetos da vida real, com apenas 88 miligramas, e trabalha a base de metanol líquido.

12/05/2020 às 17:37
Notícia

Empresa chinesa de robótica Unitree lança o A1, cão-robô com ...

Precificado abaixo dos US$ 10 mil, ele compete com modelos da Boston Dynamics

As baterias, até então, têm baixa densidade de energia, ou seja, elas precisam ser muito grandes para armazenar muita energia - e isso se torna um problema bastante notável para microrrobôs. A solução geral que se vê atualmente é manter esses pequenos dispositivos vinculados a fontes de energia, como o HAMR-JR de Harvard.

Sendo alimentado por metanol líquido e sem a necessidade de uma bateria, o RoBeetle pode ser ultra-pequeno e rastejar sem grandes limites. Além disso, ele pode carregar cargas com até 2,6 vezes o seu próprio peso corporal.

Tratando-se do seu "esqueleto", O “micro músculo artificial catalítico” do sistema é feito com uma liga de níquel-titânio (NiTi) com memória de forma (SMA), um fio que encolhe e se expande com as mudanças de temperatura. Esse fio é revestido com platina, e quando a platina interage com o metanol, uma reação de combustão gera calor. As mudanças de temperatura, por sua vez, fazem com que um pequeno respiro deslize para frente e para trás, regulando o fluxo de combustível e fazendo com que o RoBeetle se mova para frente.

05/06/2020 às 15:16
Notícia

Pesquisadores de Harvard criam um novo micro robô inspirado e...

HAMR-JR com quatro pernas tem um corpo com apenas 2,25 centímetros de comprimento e pesa 0,3 gramas

Continua após a publicidade

Apesar de tudo isso parecer promissor e certamente inovador, ainda existem desafios a serem superados. O RoBettle, por exemplo, só pode se mover para a frente e, assim que começar a andar, continuará andando até ficar sem combustível.

Os pesquisadores publicaram seu trabalho na Science Robots esta semana.Você pode acessar as informações através deste link.

Via: Engadget
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.