Huawei deve lançar HarmonyOS 2.0 até o fim do ano para PCs, tablets e smartwatches

Huawei deve lançar HarmonyOS 2.0 até o fim do ano para PCs, tablets e smartwatches

Nova versão do sistema operacional ainda não estaria pronta para smartphones

A Huawei deve lançar o HarmonyOS 2.0, também conhecido por HongMengOS na China, até o final deste ano. Segundo informações, o sistema operacional chega em breve para smartwatch, PCs e tablets.

A novidade chega através de Courage Digital King, um blogger na rede social chinesa Weibo. Ele comenta a chegada do sistema da Huawei em 2020, mas sem uma versão disponível para smartphones. Além disso, comenta que a aplicação virá com HMS Core 5.0 (Huawei Mobile Services), que está em desenvolvimento há mais de um ano e ultrapassou 700 milhões de usuários ativos mensais em todo o mundo, com mais de 80.000 aplicativos e 1,6 milhão de desenvolvedores registrados.

Especificações vazadas da série Huawei
Mate 40 mencionam câmera de lente líquida

Essa não é a primeira vez que escutamos falar no HarmonyOS rodando em outros dispositivos. Recentemente, um post no Reddit mostrou o roteiro de desenvolvimento do HarmonyOS listando diversas plataformas que deveriam ser suportadas. Carros elétricos, terminais domésticos automatizados e relógios inteligentes apareceram na lista. De acordo com a fonte no Reddit, a empresa tem planos de fazer o lançamento dia 11 de setembro, durante a Huawei Developer Conference.

Yu Chengdong, CEO da empresa, confirmou que smartwatches produtos de internet das coisas receberão o HarmonyOS no futuro, mas não especificou mais dispositivos. Rumores apontam que os notebooks da empresa estão entre os primeiros a receber o sistema operacional, marcando o fim da relação com a Microsoft.

Pressionada pelo governo Donald Trump, que acusa a empresa de espionagem e concorrência desleal no mercado internacional, a Huawei busca alternativas para não depender de empresas americanas. As empresas dos EUA estão proibidas de manter relações comerciais com a Huawei sem prévio aviso e autorização. Recentemente, a Qualcomm solicitou aos EUA permissão para vender chips Snapdragon à Huawei, alegando que poderá perder bilhões de dólares caso não feche acordo com a fabricante chinesa.

Via: Gizmochina
User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

O DONO de MARTE: cientista diz ter tornado o PLANETA VERMELHO habitável; entenda

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.