Russell Kirsch, criador do pixel, morre aos 91 anos
Créditos: Reprodução/ Jamie Francis/The Oregonian via AP, File

Russell Kirsch, criador do pixel, morre aos 91 anos

Kirsch foi responsável por criar a primeira imagem digital do mundo

Leitura Rápida

  • Russell Kirsch, criador do pixel, morreu no último dia 11 de agosto, aos 91 anos
  • Ele foi responsável pela criação da primeira imagem digital do mundo
  • Seu filho, na época um bebê, foi eternizado como primeira imagem digital, feita em 176 pixels

A informática como conhecemos hoje foi desenvolvida com conceitos do zero. Recentemente, mais um dos criadores de sistemas usados até hoje, faleceu. Russell Kirsch, criador do pixel, morreu no último dia 11 de agosto, aos 91 anos. 

O cientista da computação ficou amplamente conhecido depois de ter impresso a primeira foto, usando quadrados, que foram chamados de pixels. A primeira imagem foi de um bebê, seu filho.

A foto, que pode ser vista acima, foi a primeira imagem digital do mundo. Ela tinha um total de 176 pixels. Apenas para comparação, hoje em dia qualquer smartphone consegue captar cenas com pelo menos 12 milhões de pixels. 

A primeira imagem digital era em preto e branco e, apesar de ter sido feita de forma totalmente digital, ela foi criada a partir de uma fotografia analógica. A captura de Walden, filho de Russell Kirsch e Joan Kirsch, foi imortalizada como primeira foto digital. Isso foi feito em 1957, há 63 anos. Hoje, o bebê já é um idoso.

Essa foi uma ideia revolucionária, que definiu como temos imagens gráficas até hoje. Apesar de ter revolucionado a indústria, Kirsch falou em entrevista à Wired, em 2010, que se arrependeu do formato. Ele disse que os pixels quadrados faziam sentido na época, mas que poderia ser feito de forma mais eficiente. "Foi uma coisa muito estúpida que incomodou a todos no mundo desde então." disse Wired durante a entrevista.

03/08/2020 às 16:22
Notícia

William “Bill” English, criador do mouse, morre aos 91 anos

Ele foi responsável por tornar possível a computação como temos hoje

Ele falou que uma ideia melhor poderia ser pixels em formas variáveis. Isso poderia fazer com que as curvas, linhas e outras partes da imagem pudessem ser mais nítidas e mais fácil de ser renderizadas. A tecnologia continua evoluindo, os quadrados não podem mais ser identificados, mas pode ser que uma nova ideia revolucione novamente o formato usado.

Continua após a publicidade

O engenheiro, profissão que exerceu durante grande parte de sua vida, se formou no MIT, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, uma renomada instituição. Apesar de ter se mudado para sua formação, Kirsch nasceu e morreu em Portland, Oregan, nos Estados Unidos.

Kirsch deixa seus familiares, amigos e toda a indústria que foi responsável por tornar possível, dois meses após ter completado 91 anos. Teve uma carreira de sucesso e seu nome será estudado para sempre, eternizado como o criador do pixel. 

Outro inventor importante que também morreu em 2020 foi William “Bill” English, criador do mouse. Ele também faleceu recentemente e, assim como Kirsch, faleceu aos 91 anos.

Via: Guru3D
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

RTX série 30: confira as TECNOLOGIAS que chegam com as novas placas de vídeo da Nvidia

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.