Startup está investindo em transmissão de energia sem fio para cidades inteiras
Créditos: Divulgação/ Emrod

Startup está investindo em transmissão de energia sem fio para cidades inteiras

A Emrod está testando fazer troca de energia sem precisar de cabos para isso

Leitura Rápida

  • Uma startup nova zelandesa, chamada Emrod, está trabalhando para tornar a troca de energia wireless, sem cabos, possível
  • A empresa está desenvolvendo postes, com tecnologia que dispensa o cabeamento
  • O propósito é que essa tecnologia possa estar presente em uma cidade inteira, substituindo os cabos
  • A empresa afirma que a tecnologia é segura e estável

Já imaginou os postes da sua cidade não terem cabos? A energia seria transmitida totalmente por ondas, sem precisar de um fio de cobre trocando a energia. Essa proposta não é uma novidade e já vem sendo estudada há seculos. Apesar de ser uma teoria, ela nunca chegou a ser realmente comercializada. Até agora. Uma startup nova zelandesa, chamada Emrod, está trabalhando para tornar a troca de energia wireless possível. 

Os primeiros experimentos com essa tecnologia foram realizados por Nikola Tesla, um cientista e inventor nos campos de engenharia mecânica, que fez experimentos em 1800. Ele conseguiu alimentar lâmpadas em distâncias de até três quilômetros, feitas por uma bobina gigantesca. O que a empresa Emrod está testando é fazer exatamente o mesmo, mas com uma proporção maior.

A parte mais curiosa a respeito da tecnologia é como isso é possível. A Emrod explica que para que a transmissão aconteça é usada uma antena transmissora, uma série de relés e uma retena receptora (uma espécie de antena, que é capaz de converter energia de microondas em eletricidade). Em seguida, esse equipamento consegue irradiar a energia entre dois pontos específicos, sem radiação ao redor do feixe.

A empresa responsável pela instalação desses primeiros modelos diz que a tecnologia usada é extremamente segura. Ela não faz mal para as pessoas e não é capaz de atingir qualquer ser vivo. Mesmo se um pássaro, drone ou outro objeto passar pelo caminho da transmissão de energia, nada ocorre. A Emrod diz que o sistema desliga imediatamente a transmissão de energia, caso algo voe através do feixe.

Continua após a publicidade

Outra preocupação é se fatores climáticos poderiam interferir na qualidade do sinal. A startup fala ainda que em seus testes, nada atrapalhou a transmissão da energia. Isso inclui chuvas, nevoeiros, poeira, neblinas e outras condições adversas. 

A ambição da Emrod é conseguir instalar o seu sistema em uma cidade inteira. Isso eliminaria totalmente a poluição visual de cabos, que podem ser vistos em postes em todo o mundo. Além disso também há outras vantagens, como instalação em ambientes mais remotos, distantes e com terrenos difíceis de ser acessados, como mencionado pelo fundador da empresa. Os primeiros modelos instalados ficam na Nova Zelândia, sede da empresa. 

Via: TweakTown Fonte: newatlas
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

A GoPro HERO9 Black chegou - praticamente PERFEITA!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.