Adobe mostrará ainda em 2020 sistema do Photoshop que detecta imagens editadas
Créditos: Reprodução/Getty Images

Adobe mostrará ainda em 2020 sistema do Photoshop que detecta imagens editadas

Recurso estará disponível em uma versão de testes do software

Em um artigo publicado recentemente, a Adobe anunciou que planeja iniciar os testes de um novo recurso do Photoshop que tem como objetivo ajudar a identificar imagens falsas/adulteradas circulando online. A motivação para tal recurso começou a tomar forma há um ano, quando a Adobe estabeleceu a Content Authenticity Initiative (CAI) com a ajuda do The New York Times e do Twitter.

27/07/2020 às 18:14
Notícia

Adobe atualiza Photoshop para iPad com recursos do programa n...

Ferramentas Refine Edge Brush e Rotate Canvas chegam no dispositivo da Apple

Com a iniciativa, a Adobe pretende usar um sistema de tags para rastrear uma determinada imagem ao fotógrafo e ao local onde a fotografia foi tirada. Essas tags terão uma camada de segurança adicional com a ajuda de assinaturas criptográficas. Sempre que uma foto for editada, tags subsequentes serão adicionadas para criar um registro contendo o histórico completo e as origens da fotografia para verificar sua integridade. A Adobe acredita que esses metadados incorporados na fotografia ajudarão a mitigar a disseminação de desinformação e de fotografias falsas online.

Em seu artigo, a Adobe disse que disponibilizará uma versão de testes do Photoshop com suporte para a nova tecnologia até o final deste ano. Ela também planeja integrá-la à Behance, sua rede social para profissionais.

Adobe pretende usar um sistema de tags para rastrear uma determinada imagem ao fotógrafo e ao local onde a fotografia foi tirada.

 

Esta iniciativa poderia um dia ajudar redes sociais como Twitter e Facebook a reforçar seus sistemas automatizados que já são utilizados para indicar imagens enganosas. Digamos que uma tragédia acontece e as pessoas começam a compartilhar fotos da cena, a tecnologia poderia ajudar esses sistemas a evitar que imagens modificadas que alguém afirma serem do mesmo evento se espalhem.   

No entanto, o sistema só será tão eficaz quanto o número de empresas e organizações que o adotarem. Para ajudar a reduzir o número de imagens enganosas compartilhadas online, fabricantes de câmeras, desenvolvedores de software, redes sociais e meios de comunicação precisarão adotar o novo padrão. No momento é difícil dizer se esse será o caso.  

Adobe mostrará ainda em 2020 sistema do Photoshop que detecta imagens editadas
Photoshop no macOS
(Reprodução/Adobe)

Continua após a publicidade

Limitar a capacidade do Photoshop de espalhar desinformação é algo em que a Adobe vem pensando há algum tempo. Em 2019, a empresa trabalhou com pesquisadores da UC Berkeley para treinar um algoritmo alimentado por aprendizado de máquina para detectar imagens feitas com o recurso Face Away Liquify do software, uma ferramenta que você pode usar para alterar e exagerar as características faciais de uma pessoa. A diferença aqui é que os editores poderiam usar o sistema de tags da empresa para detectar uma variedade de imagens falsas, não apenas as criadas usando uma ferramenta.

Fonte: Neowin.net, Engadget
User img

Fabio Rosolen

Estamos com a MI BAND 5! Veja o que a PULSEIRA INTELIGENTE da XIAOMI pode fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.