Airbnb planeja dar entrada em oferta pública inicial ainda em agosto
Créditos: Reprodução/Pixabay

Airbnb planeja dar entrada em oferta pública inicial ainda em agosto

Listagem deveria ter começado em março, mas COVID-19 atrasou os planos da empresa

A companhia do aplicativo mobile Airbnb planeja entrar com um pedido de IPO (Oferta Pública Inicial) ainda no mês de agosto, de acordo com uma notícia do Wall Street Journal (WSJ). A documentação deverá ser enviada neste mês e uma listagem para compra de ações poderá ser divulgada ainda neste ano. De acordo com o WSJ, a Airbnb escolheu a empresa de serviços financeiros Morgan Stanley para liderar a oferta junto ao grupo multinacional Goldman Sachs.

29/01/2018 às 13:12
Notícia

Airbnb bane proprietário que colocou câmera em quarto de apar...

A câmera estava direcionada para a cama onde turistas dormiam

Fontes anônimas relacionadas à ação disseram ao jornal estadunidense que o pedido será enviado à SEC (Securities and Exchange Commission), Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos, em português, até o final do mês. As ações da empresa poderão ser negociadas no quarto trimestre de 2020.

Atualmente, a Airbnb enfrenta altos custos e problemas devido à pandemia do COVID-19. Com a doença, as reservas caíram drasticamente em cidades ao redor do mundo e o aplicativo de aluguel de quartos/casas perdeu centenas de milhões de dólares. Como tem sido noticiado, a empresa teve que emitir milhões em reembolsos aos anfitriões cujos hóspedes cancelaram suas estadias ao tempo em que a pandemia se espalhava.

A Airbnb foi avaliada em US$ 18 bilhões em abril e levantou no mesmo mês US$ 1 bilhão em financiamento. Logo em maio, quando o COVID-19 atingiu praticamente o mundo inteiro, a empresa demitiu um quarto de seus funcionários e acelerou os planos de expansão para outros setores. De acordo com o site The Verge, mesmo antes de a doença chegar aos Estados Unidos, as coisas não iam bem para a companhia: a Airbnb acumulou um prejuízo de US$ 322 milhões nos primeiros nove meses de 2019.

A medida de IPO representaria uma rápida recuperação da plataforma após a crise no setor de viagens e turismo causada pelo coronavírus. Mesmo com os rumores de que as reservas com Airbnb estariam aumentando nos EUA, os planos da empresa podem mudar de acordo com a evolução da pandemia. A Airbnb não comentou oficialmente sobre a oferta.

Outras empresas relacionadas ao ramo de viagens também sofreram com o isolamento social. Os sites de reservas Booking e TripAdvisor foram atingidos pela redução no setor e tiveram que demitir boa parte de seus funcionários.

Via: The Verge Fonte: Wall Street Journal
User img

Mariela Cancelier

Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.