Qualcomm solicita aos EUA permissão para vender chips Snapdragon 5G à Huawei
Créditos: Reprodução/IC

Qualcomm solicita aos EUA permissão para vender chips Snapdragon 5G à Huawei

Empresa alerta que poderá perder bilhões de dólares caso não feche acordo com fabricante chinesa

A companhia americana Qualcomm solicitou ao governo dos Estados Unidos permissão para poder vender seus chips Snapdragon 5G para a fabricante chinesa Huawei. De acordo com a empresa, a venda desses processadores é necessária para não perder bilhões de dólares devido às limitações de exportação imposta pelos EUA e guerra comercial entre seu país e a China.

30/07/2020 às 09:49
Notícia

Embaixador dos EUA diz que Brasil pode enfrentar consequência...

Ele se referiu aos alertas dos EUA de que a China não protege a propriedade intelectual

Segundo uma reportagem do Wall Street Journal, a Qualcomm está pressionando a administração do presidente Donald Trump para reverter as restrições de venda de componentes avançados à Huawei. Com isso, mais uma empresa do mercado tecnológico mobile entra oficialmente na briga entre as duas potências.

A Qualcomm alega aos legisladores dos Estados Unidos que a proibição de exportação do país não irá impedir a Huawei de obter os componentes necessários para alcançar a comercialização de sua tecnologia 5G global. A Qualcomm é uma das maiores fabricantes de chips eletrônicos para dispositivos móveis e referência no mercado, mas a fabricante chinesa deverá recorrer aos concorrentes dela para comprar os chips necessários, deixando de lado uma compra bilionária e negando a participação da empresa americana em sua cobertura 5G.

O contrato apresentado pela Qualcomm para a Huawei seria de cerca de US$ 8 bilhões; a empresa sediada nos Estados Unidos argumenta que esse dinheiro deverá financiar mais pesquisas e produção de novas tecnologias. Caso a marca chinesa não feche negócio com a empresa dos Estados Unidos, é provável que ela compre os chips 5G de companhias asiáticas como a MediaTek, de Taiwan, ou Samsung, da Coreia do Sul.  

A Huawei já anunciou que seu smartphone Huawei Mate 40 usará a próxima geração de SoCs Kirin (que já foi fabricada, inclusive), mas outros dispositivos "carros-chefe" da companhia ainda estão sem um chip definido. A Huawei já está experimentando chipsets MediaTek Dimensity em alguns dispositivos, então processadores da empresa de Taiwan poderiam ser uma opção para as próximas linhas 5G.

Embora os chips Snapdragon ofereçam melhor desempenho em dispositivos Android e sejam a melhor opção atualmente para a Huawei, ainda não sabemos se a Qualcomm será autorizada a vendê-los.

Continua após a publicidade

 

Via: XDA Developers Fonte: Wall Street Journal
User img

Mariela Cancelier

Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Semana BLACK FRIDAY: 7 DICAS para COMPRAR MUITO BARATO na INTERNET!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.