Toshiba vende ações do Dynabook e encerra 35 anos de história
Créditos: Reprodução/ Nikkei Asian Review

Toshiba vende ações do Dynabook e encerra 35 anos de história

Empresa sai totalmente do ramo de PCs com a venda das ações de sua marca de notebooks

Leitura Rápida

  • A Toshiba vendeu completamente a sua marca de notebooks Dynabook para a empresa Sharp
  • A Sharp já era responsável por mais da metade das ações, mas agora é dona majoritária
  • Com a venda a Toshiba encerra 35 anos de história no ramo de PCs
  • A empresa foi pioneira no mercado de portáteis e deixa sua marca no mundo da computação

A Toshiba vendeu sua marca de notebooks Dynabook para a empresa Sharp. Isso significa que ela entra na lista de empresas que estão se retirando da indústria de PC, saindo oficialmente do único ramo que mantinha vínculo, o de notebooks.

Site oficial da Dynabook

Desde 2018 a empresa não tinha um nome sólido no mercado de PCs. Neste ano, a empresa vendeu 80,1% para a Sharp, mantendo ainda 19,9% de vínculo. Sem um grande comunicado, a Toshiba entregou a porcentagem que ainda mantinha ativa nos negócios. Esse anúncio encerra 35 anos de participação da companhia nos negócios de PC.

Apesar de não ter lançado grandes novidades nos últimos anos, a Toshiba foi pioneira no setor de PCs portáteis. O modelo T1100, lançado pela empresa em 1985, foi considerado o primeiro notebook convencional do mundo. Ele foi responsável por definir o design dos dispositivos até 1991, quando o primeiro PowerBook da Apple chegou ao mercado. 

Entre os anos de 1990 e 2000 a Toshiba liderou o mercado de PCs portáteis, com suas linhas Satellite, Portégé e Qosmio. Esses foram a porta de entrada para computadores para muitos usuários, no início dos anos 2000. Apesar de parecer um mercado que continua próspero para demais companhias, o mesmo não ocorreu com a chinesa. 

Não se sabe exatamente quais foram os motivos para que a empresa ficasse em baixas constantes nos últimos anos. Um dos principais motivos pode ter sido o alto investimento que a Toshiba fez na tecnologia HD DVD, que foi substituída pelo Blu-ray e streamings de áudio, logo após o lançamento dos produtos da Toshiba.

Continua após a publicidade

20/01/2020 às 11:29
Notícia

Toshiba cria algoritmo mais rápido em PCs normais do que simi...

Empresa afirma que seu algoritmo de bifurcação simulada pode ser até dez vezes mais rápido

Outra grande razão foi o aumento da competitividade no mercado. Empresas como Apple, Dell, Lenovo, Samsung e muitas outras entraram no ramo, trazendo soluções cada vez menores, mais leves e potentes. Isso acabou fazendo com que a empresa ficasse atrás, em relação as suas concorrentes, tomando a decisão de achar uma parceira de negócios.

Desde 2018 nenhuma ação realizada surtiu grande efeito. Possivelmente esse foi um dos grandes motivos para que a Toshiba ter se retirado do mercado de PCs por completo, focando em outros negócios. A marca Dynabook vai continuar existindo, mas agora totalmente administrada pela Sharp. A japonesa, por sua vez, se mantém na produção de outros dispositivos eletrônicos. 

Via: Engadget Fonte: Toshiba
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Estamos com a MI BAND 5! Veja o que a PULSEIRA INTELIGENTE da XIAOMI pode fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.