Embaixador dos EUA diz que Brasil pode enfrentar consequências se der acesso ao 5G para a Huawei
Créditos: Reprodução/GoodFreePhotos

Embaixador dos EUA diz que Brasil pode enfrentar consequências se der acesso ao 5G para a Huawei

Ele se referiu aos alertas dos EUA de que a China não protege a propriedade intelectual

O principal diplomata dos Estados Unidos no Brasil disse recentemente em entrevista a um jornal que o país pode enfrentar "consequências" se permitir que a chinesa Huawei Technologies tenha acesso à sua rede 5G, referindo-se aos alertas dos EUA de que a China não protege a propriedade intelectual.

31/03/2020 às 10:31
Notícia

Huawei vai poder participar do Leilão da 5G no Brasil

Acordo entre governos brasileiro e chinês liberam a participação da empresa

O governo dos EUA intensificou seus esforços para limitar o papel da Huawei na implantação da tecnologia de alta velocidade de quinta geração na maior economia da América Latina. Ele acredita que a Huawei entregaria dados ao governo chinês como uma forma de espionagem. A Huawei nega que pratica espionagem para a China.

O embaixador dos EUA, Todd Chapman, disse ao jornal O Globo que o Brasil não enfrentaria represálias por escolher a Huawei, mas poderia enfrentar consequências. "Cada país é responsável por suas decisões", disse Chapman. "As consequências que estamos vendo no mundo são que as empresas envolvidas em propriedade intelectual têm medo de fazer investimentos em países onde essa propriedade intelectual não está protegida".

Chapman acrescentou que a International Development Finance Corp, uma agência criada pelo presidente Donald Trump para impulsionar os esforços de financiamento do desenvolvimento dos EUA no exterior para combater a influência da China, tem US$ 60 bilhões em seus cofres. Ele disse que o governo dos EUA concordou em disponibilizar dinheiro do fundo para ajudar a apoiar aliados que optam por comprar sua infraestrutura de telecomunicações de "fornecedores confiáveis".

Embaixador dos EUA diz que Brasil pode enfrentar consequências se der acesso ao 5G para a Huawei
Reprodução/Qualcomm

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse no mês passado que a implantação do 5G teria que atender aos requisitos de soberania nacional, informação e segurança de dados. Cético em relação à China há muito tempo, Bolsonaro adotou uma postura menos abrasiva em relação a Pequim desde que assumiu o cargo em 2019, embora continue sendo um aliado próximo de Trump. Vale lembrar que a China é o principal mercado para as exportações brasileiras.

No início deste mês, um executivo da Huawei alertou que o Brasil poderia sofrer anos de atraso na implantação de uma rede de telecomunicações 5G e custos mais altos se sucumbir à crescente pressão dos EUA para desprezar o fornecedor de equipamentos chinês. As operadoras brasileiras construíram partes significativas de sua infraestrutura usando os equipamentos da Huawei.

Continua após a publicidade

Fonte: Reuters
User img

Fabio Rosolen

XBOX SERIES X/S em MÃOS! Veja como são OS CONSOLES da NOVA GERAÇÃO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.