Novo material chamado Proteus não pode ser cortado
Créditos: Reprodução/Nature

Novo material chamado Proteus não pode ser cortado

Material criado pelos pesquisadores tem apenas 15% da densidade de aço

Pesquisadores desenvolveram um material batizado como "Proteus" que eles afirmam ser o primeiro material fabricado que não pode ser cortado. O material é composto por alumínio poroso e cerâmica, por isso é mais leve que o aço e é resistente contra serras.

Pesquisadores da Universidade de Durham, na Inglaterra, e do Instituto Fraunhofer, na Alemanha, afirmam que o Proteus resiste ao corte ao fazer com que as serras fiquem “cegas”. O material é feito de uma matriz de alumínio (espuma de alumínio) em conjunto com esferas de cerâmica. Ele é 15% menos denso que o aço, tornando-o ideal para aplicações como a fabricação de armadura leve.

06/07/2020 às 15:34
Notícia

Cientistas da Samsung descobrem material revolucionário para ...

Novo composto se chama nitreto de boro amorfo e pode ser usado pela próxima geração de CPUs

Quando a ferramenta de corte, como uma serra circular,  passa pelo alumínio, ela começa a vibrar até atingir as esferas de cerâmica presentes no material. Essa ressonância faz com que a ferramenta comece a saltar, “cegando” sua superfície de corte. Além disso, à medida que a cerâmica é atingida, partículas de poeira fina preenchem a matriz. As forças interatômicas entre as partículas aumentam proporcionalmente à quantidade de energia aplicada, tornando o material mais duro quanto mais rápido a ferramenta de corte gira.

"A força e a energia da serra ou da broca são voltadas para ela mesma e com isso ela é enfraquecida e destruída por seu próprio ataque", disse o professor assistente de Mecânica Aplicada de Durham, Stefan Szyniszewski.


Tomografia computadorizada da amostra do material
Proteus após a realização de algumas tentativas de corte
(Reprodução/Nature)

O material Proteus é eficaz contra serras circulares, brocas e outras ferramentas de corte convencionais. Ele é eficaz até mesmo contra cortadores baseados em jatos de água de alta pressão. Neste caso, o material funciona de forma diferente, já que as superfícies arredondadas das esferas dispersam a água enfraquecendo o jato de corte.

Os pesquisadores veem possíveis aplicações do material no setor de segurança. Veículos blindados podem ser mais fortes e mais leves, ou fechaduras podem ser invulneráveis às ferramentas de corte. Ironicamente, ele também poderia ser usado para fazer equipamentos de proteção para quem usa ferramentas de corte.

Continua após a publicidade

O Proteus ainda não foi patenteado e a equipe está buscando parceiros de fabricação para comercializar o material. Detalhes mais técnicos sobre ele podem ser encontrados no artigo científico publicado na seção Scientific Reports do site da revista Nature:

Szyniszewski, S., Vogel, R., Bittner, F. et al. Non-cuttable material created through local resonance and strain rate effects.
Sci Rep 10, 11539 (2020). https://doi.org/10.1038/s41598-020-65976-0.

 

Fonte: TweakTown, TechSpot
User img

Fabio Rosolen

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.