Especialista usa IA para melhorar qualidade dos vídeos das missões Apollo na Lua
Créditos: Reprodução/Universe Today

Especialista usa IA para melhorar qualidade dos vídeos das missões Apollo na Lua

Agora é possível assistir aos vídeos das missões com melhor qualidade a até 60 quadros por segundo

Por mais emocionante que seja assistir a todas as imagens históricas dos pousos das missões Apollo na Lua, temos que admitir que a qualidade das imagens não é das melhores. Embora a NASA tenha trabalhado na restauração e melhoria de algumas das imagens mais populares das missões Apollo, algumas delas ainda estão granuladas ou desfocadas. Graças aos novos desenvolvimentos em inteligência artificial (IA), agora é possível assistir aos vídeos das missões com melhor qualidade a até 60 quadros por segundo.

04/02/2020 às 17:16
Notícia

Filme dos irmãos Lumière de 1896 ganha versão em 4K graças a IA

Curta com menos de um minuto ajudou a dar vida ao cinema

Um especialista em restauração de fotos e filmes conhecido como DutchSteamMachine utilizou IA para melhorar as imagens da missão Apollo, possibilitando a criação de vídeos com imagens mais claras e nítidas. "Eu realmente queria oferecer uma experiência com esta filmagem antiga que nunca tinha sido vista antes", disse ele ao site Universe Today.

Confira no vídeo abaixo a filmagem aprimorada via IA de um rover lunar da missão Apollo 16 com Charlie Duke e John Young. O vídeo original foi gravado a 12 quadros por segundo e a versão a preparada por IA pode ser vista a 60 quadros por segundo:

Já no vídeo abaixo é possível ver imagens mais nítidas e a 60 quadros por segundo do pouso da missão Apollo 15 na região da Lua conhecida como Canal Hadley:

Já neste outro vídeo do “primeiro passo” de Neil Armstrong na Lua como parte da missão Apollo 11, é possível ver o astronauta mais claramente. O vídeo original foi gravado com uma câmera de 16mm instalada no Módulo Lunar:

Continua após a publicidade

A plataforma de IA utilizada por DutchSteamMachine se chama ‘Depth-Aware video frame INterpolation’ ou DAIN. Ela tem código aberto e é atualizada e melhorada constantemente. Interpolação de movimento ou interpolação de quadro compensada por movimento é um método de processamento de vídeo que gera quadros de animação intermediários são gerados entre os existentes como uma forma de deixar o vídeo mais fluído, para compensar o desfoque e mais.

25/04/2020 às 22:26
Notícia

Assista em 4K o primeiro SUV elétrico andando NA LUA em 1972

Vídeo é uma remasterização feita a partir da filmagem original de 48 anos atrás

"As pessoas têm usado os mesmos programas de IA para trazer gravações de filmes antigos dos anos 1900 de volta à vida, em alta definição e em cores", disse ele. "Esta técnica parecia uma boa opção para ser aplicada a muitas imagens mais recentes".

DutchSteamMachine destaca que nem todos podem tentar isso em casa. É preciso uma GPU poderosa e com um bom sistema de resfriamento, já que um vídeo de apenas 5 minutos pode levar de 6 a 20 horas para ser concluído - mas os resultados compensam.

Para conseguir os resultados mostrados nos vídeos acima, ele dividiu os arquivos originais em arquivos PNG individuais, inseriu estes arquivos no programa juntamente com o número de quadros por segundo original e a taxa de quadros por segundo desejada obtida via interpolação. A IA começa a utilizar a GPU apara analisar os quadros e seus algoritmos analisam os movimentos dos objetos neles para renderizá-los em outros. Com uma taxa de interpolação de 5x, por exemplo, ele é capaz de renderizar 5 quadros 'falsos' a partir de apenas 2 quadros reais.

Se a filmagem original foi gravada a 12 quadros por segundo e a taxa de interpolação for definida para 5x, a taxa final de quadros será de 60, o que significa que com apenas 12 quadros reais ele fez 48 quadros 'falsos'. Eles são então exportados de volta para um vídeo e reproduzidos a 60fps com os quadros reais e falsos. Em seguida ele aplica a correção de cores, já que muitas vezes os arquivos originais têm tonalidade azul ou laranja, e sincroniza o vídeo com o áudio.

No vídeo abaixo é possível ver o estúdio de DutchSteamMachine e o equipamento utilizado por ele. Outros vídeos podem ser vistos em seu canal no YouTube:

Fonte: Universe Today
User img

Fabio Rosolen

Testamos o ROG Phone 3!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.