Huawei processa Verizon, HP e Cisco alegando violação de patentes
Créditos: Reprodução/Penn Today

Huawei processa Verizon, HP e Cisco alegando violação de patentes

Empresa chinesa continua sendo pressionada pelos Estados Unidos em várias frentes

Com os EUA reprimindo duramente a Huawei e pressionando a empresa em várias frentes, parece que a fabricante de smartphones começou a revidar. A empresa chinesa abriu processos contra várias empresas, como HP, Verizon e até mesmo a Cisco, alegando violação de patentes.

17/07/2020 às 15:05
Notícia

TSMC vai parar de atender a pedidos da Huawei em setembro

Fábrica anunciou que vai cumprir regulamentação do governo dos EUA

Os Estados Unidos e a China estão no meio de uma guerra comercial e muitas empresas acabaram tendo problemas por causa disso. Uma das mais afetadas é a Huawei. A taiwanesa TSMC anunciou recentemente que deixará de fornecer processadores para a empresa chinesa por causa da legislação definida pelos Estados Unidos. Isso ocorre porque suas instalações de produção utilizam maquinário com componentes produzidos nos Estados Unidos.

Algumas mudanças recentes nos acordos FRAND (sigla em inglês para justo, razoável e não discriminatório) do governo dos EUA permitiram à Huawei processar as empresas mencionadas. Em outras palavras, as alterações tornaram mais fácil para a Huawei atingir essas empresas.

A resposta da gigante tecnológica chinesa às sanções dos EUA começa com as alegações de violação de patentes contra a Verizon por sua própria tecnologia e por produtos que ela adquiriu da Cisco e da Hewlett-Packard. No momento, a Huawei está exigindo pagamentos de royalties para centenas de patentes.

Huawei processa Verizon, HP e Cisco alegando violação de patentes
Reprodução/GoodFreePhotos

Fontes afirmaram que esta situação também pode ser usada pela empresa chinesa para obrigar a descoberta judicial de informações confidenciais da Verizon e de seus fornecedores. Em termos mais simples, a Huawei seria capaz de obter acesso aprofundado aos produtos e tecnologia de sua concorrente.

A reviravolta dos acontecimentos foi inesperada, para dizer o mínimo, já que o governo dos EUA, em particular, não considerou que Huawei utilizaria a lei de patentes dos Estados Unidos contra as empresas americanas. 

Fonte: Gizmochina, Guru3D
User img

Fabio Rosolen

Estamos com a MI BAND 5! Veja o que a PULSEIRA INTELIGENTE da XIAOMI pode fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.