Adobe traz pesquisador responsável pela câmera do Google Pixel para criar aplicativo universal
Créditos: Adobe

Adobe traz pesquisador responsável pela câmera do Google Pixel para criar aplicativo universal

Marc Levoy deixou a Google em março e tem vasto histórico no setor

Leitura Rápida

  • Adobe está desenvolvendo aplicativo de câmera universal
  • Marc Levoy fará parte da equipe de desenvolvimento
  • Pesquisador tem currículo farto quando o assunto é computação gráfica e chefiou o desenvolvimento da câmera do Google Pixel

A Adobe anunciou ontem, 20 de julho, o início da parceria com Marc Levoy. O pesquisador é conhecido por subir o patamar da câmera do Google Pixel e fará parte do desenvolvimento de um aplicativo universal de câmera.

Não está claro o que a Adobe quer dizer com o termo "universal". Caso seja um aplicativo usado em múltiplos OS, pode se tratar do Photoshop Camera que já está disponível.

A percepção da imprensa com relação ao e-mail enviado pela empresa, entretanto, é de que se trata de algo novo.

Marc Levoy deixou a Google em meados de março após 6 anos de empresa, tendo trabalhado em projetos como o Google Glass e Street View. Ele comandou o time que criou a tecnologia de computação gráfica usado na câmera do Google Pixel.

(Página de Marc Levoy no LinkedIn - Créditos: LinkedIn, Marc Levoy)

Sua pesquisa permitiu que o modelo da Google conseguisse grandes fotos com hardwares de nível inferior aos celulares concorrentes.

Por algum tempo, foi possível competir com as imagens do iPhone utilizando apenas uma câmera. Enquanto o celular da Apple usa duas lentes desde 2016, o Google Pixel abandonou a lente única apenas em 2019.

Entre os recursos desenvolvidos pela equipe de Levoy para o Google Pixel estão a visão noturna, modo retrato e HDR+.

Continua após a publicidade

Marc Levoy também é pesquisador acadêmico altamente conceituado e professor emérito na Universidade de Stanford, Califórnia. Detalhes sobre seu trabalho ao longo dos anos podem ser vistos em sua página de pesquisa na Stanford.

Enquanto o pesquisador atua na Adobe, o desenvolvimento na Google não para. A loja oficial da gigante revelou acidentalmente um renderização do Pixel 4a, entregando o visual completo do Pixel intermediário.

No setor de pesquisas, as tatuagens eletrônicas desenvolvidas em conjunto com uma universidade alemã chamam atenção e podem ser tendência no setor de vestíveis.

Via: GSMArena, The Verge
User img

Odir Brüggmann Filho

Os novos SMARTPHONES da LG: K52, K62 e K62+ | Unboxing

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.