Vendas de smartphones caem durante a pandemia, mas Apple é
Créditos: Reprodução/ tudocelular

Vendas de smartphones caem durante a pandemia, mas Apple é "salva" pelo iPhone SE

Segundo pesquisas, as vendas da Apple só não foram mais baixas pelas vendas do iPhone SE

Leitura Rápida

  • Uma nova pesquisa realizada pela Counterpoint mostrou o desempenho das vendas das principais fabricantes de smartphones
  • Segundo a pesquisa, em algum grau, todas as empresas tiveram quedas em suas vendas, uma mais que as outras
  • A Samsung foi uma das menos atingidas, assim como a Apple
  • A Counterpoint atribui o desempenho da empresa da maçã às vendas de seu modelo mais barato, o iPhone SE, que teve as vendas acima do esperado
  • A estimativa da empresa de pesquisas é que em junho o mercado de smartphones volte a crescer

Com a crise econômica causada pela pandemia de Covid-19, vários setores da indústria foram afetados. Um deles foi as vendas de smartphones. Em geral, todas as empresas viram algum nível de perda, comparado ao mesmo período de 2019, algumas com impactos maiores que as outras. Embora comercialização geral ter diminuído, a Apple teve uma boa notícia com a venda do iPhone SE, que se destacou entre os produtos da norte-americana.

Como mencionado, em algum grau todas as fabricantes de smartphones tiveram uma redução. Uma das que menos registrou queda nas vendas foi a Samsung, mas já a ZTE, viu suas vendas caírem drasticamente. A coreana, por exemplo, registrou uma baixa nas vendas de 10%, já a ZTE divulgou reduções de 68% no envio de seus dispositivos móveis.

Outras empresas que também tiveram queda foram a Alcatel, diminuindo 11%; a Apple, com menos 23%; a LG, caindo 35%, a OnePlus, que viu suas vendas em 60% a menos e, também a Motorola, que baixou 62% na sua comercialização.

18/07/2020 às 13:54
Notícia

Gamers gastam mais em 2020 do que em qualquer período dos últ...

A última vez que empresas de hardware e jogos faturaram tanto foi em 2010

Como é possível perceber, a Apple se manteve com a sua queda próxima aos 20%, não sendo tão impactada quando empresas como OnePlus e Motorola, por exemplo. Segundo Jeff Fieldhack, diretor de pesquisa da Counterpoint Research na América do Norte, o desempenho da Apple foi amplamente ajudado pelas vendas do iPhone SE.

Essa versão do smartphone foi apresentada pela empresa recentemente e, é voltado para um "público de entrada" para a empresa. Ele apresenta algumas das características presentes nas versões topo de linha, mas faz diversas reduções. Isso acarreta em um valor mais baixo e, consequentemente, permite que um público maior tenha acesso a ele.

Continua após a publicidade

Outro fator importante no aumento das vendas desse produto, é o público alvo dele. Diferente da maioria dos dispositivos vendidos pela Apple, esse smartphone atrai os usuários de Android. Segundo pesquisa realizada pela  Counterpoint Research, 26% dos compradores vieram do Android. Além desse público, Fieldhack também afirma que “Mais de 30% dos compradores do iPhone SE vieram do uso de um aparelho iPhone 6S ou mais antigo - aparelhos com quatro anos ou mais."

Apesar da indústria parecer desanimadora nas pesquisas até então, a Counterpoint estima que este cenário irá se alterar. A pesquisa desenvolvida estima que a partir de junho de 2020, as vendas irão crescer semana a semana. Eles dizem ainda que é esperado que, comparado ao mesmo mês de 2019, as vendas registrem um crescimento. 

Via: 9to5mac
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.