Governo Trump está concluindo banimento de contrato com empresas que usam Huawei
Créditos: Huawei

Governo Trump está concluindo banimento de contrato com empresas que usam Huawei

ZTE, Hikvision, Dahua e Hytera também serão afetadas

O governo Trump está terminando de colocar em prática sanções à Huawei e outras empresas chinesas. ZTE, Hikvision, Dahua e Hytera são outras das empresas afetadas.

Após por em prática as novas regulações, os Estado Unidos deixarão de assinar contratos federais de aquisições com empresas que utilizem os produtos dos vindos dos sancionados. A única exceção é caso a esfera federal abra mão da sanção em algum contrato específico.

Com dívida pública crescente e passando de US$ 26 trilhões, os EUA gastam anualmente cerca de US$ 500 bilhões em contratos. Quer dizer, portanto, que as empresas sancionadas não podem mais competir em um mercado que vale meio trilhão de dólares por ano.

Os impactos da sanção, entretanto, não são sentidos exclusivamente pelos chineses. As empresas que brigam por contratos com o governo federal reclamaram dos problemas causados pela lei e pediram extensões no tempo de adaptação, que no momento está agendado para 13 de agosto.

As empresas sancionadas são líderes nos mercados que trabalham e, por isso, se torna complicado prestar alguns serviços sem as contratar. Enquanto a Huawei e a ZTE são agentes importantes no setor de telecomunicações, a Hytera é líder de mercado de radiocomunicadores.

Continua após a publicidade

Dahua e Hikvision, por sua vez, são extremamente relevantes no mercado de câmeras e equipamentos de vigilância.

Exemplificando os impactos disso, a Amazon recebeu recentemente 1.500 câmeras térmicas Dahua para monitorar a temperatura de seus funcionários durante a pandemia.

A gigante de Jeff Bezos fica, ao menos na teoria, incapacitada de participar de contratos federais. Ao mesmo tempo, Amazon e Microsoft disputam um contrato de nada menos que US$ 10 bilhões para fornecer serviços de computação em nuvem à inteligência americana.

Caso a nova regulação seja posta em prática, a Microsoft pode ficar com o caminho limpo para fechar o contrato. É possível ainda que isso implique em aumento nos valores contratuais ou em um serviço que poderia ser melhor em caso de maior abertura para competição.

Via: TechCrunch Fonte: Reuters
User img

Odir Brüggmann Filho

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.