Codec H.266 Versatile Video Coding (VVC) é 50% menor que H.265 entregando a mesma qualidade
Créditos: Divulgação/Fraunhofer Heinrich Hertz Institute

Codec H.266 Versatile Video Coding (VVC) é 50% menor que H.265 entregando a mesma qualidade

Nos próximos meses será publicado o primeiro software (codificador e decodificador) para suportar H.266/VVC

O Fraunhofer Heinrich Hertz Institute anunciou o sucessor do codec de vídeo H.265 ou HEVC, o H.266 ou Versatile Video Coding (VVC). O instituto afirma que este codec promete arquivos de vídeo 50% menores e com a mesma qualidade dos arquivos baseados em H.265.

Depois de dedicar vários anos à sua pesquisa e padronização, o Fraunhofer Heinrich Hertz Institute (HHI), juntamente com parceiros da indústria, incluindo Apple, Ericsson, Intel, Huawei, Microsoft, Qualcomm e Sony, está celebrando o lançamento e a adoção oficial do novo padrão global de codificação de vídeo H.266/Versatile Video Coding (VVC).

06/02/2020 às 14:22
Notícia

Netflix começa a usar o codec AV1 para gastar menos dados no ...

AV1 está disponível em um número limitado de títulos para streaming através do app para Android

Este novo padrão oferece uma melhor compressão, que reduz os requisitos de dados em cerca de 50% da taxa de bits em relação ao padrão anterior H.265/High Efficiency Video Coding (HEVC) sem comprometer a qualidade visual. Em outras palavras, o H.266/VVC possibilita transmissão de vídeo mais rápida mantendo a qualidade visual.

No geral, o H.266/VVC fornece transmissão e armazenamento eficientes para diferentes resoluções de vídeo, de SD a HD até 4K e 8K, enquanto suporta vídeo em HDR e vídeo omnidirecional em 360°.

Codec H.266 Versatile Video Coding (VVC) é 50% menor que H.265 entregando a mesma qualidade
Reprodução/Fraunhofer Heinrich Hertz Institute

Hoje, os dados de vídeo comprimidos compõem cerca de 80% do tráfego global da Internet. O H.266/VVC representa o auge de pelo menos quatro gerações de padrões internacionais para codificação de vídeo. Os padrões anteriores H.264/Advanced Video Coding (AVC) e H.265/HEVC, que foram produzidos com contribuições substanciais do Fraunhofer HHI, permanecem ativos em mais de 10 bilhões de dispositivos, processando mais de 90% do volume global total de bits de vídeo. Os dois padrões anteriores também foram reconhecidos por três Prêmios Emmy de Engenharia por contribuir substancialmente para o progresso da tecnologia televisiva.

Através de uma redução dos requisitos de dados, o H.266/VVC torna a transmissão de vídeo em redes móveis (onde a capacidade de dados é limitada) mais eficiente. Por exemplo, o padrão anterior H.265/HEVC requer cerca de 10 gigabytes de dados para transmitir um vídeo Ultra HD (4K) de 90 minutos. Com essa nova tecnologia, apenas 5 gigabytes de dados são necessários para alcançar a mesma qualidade.

Continua após a publicidade

Novo padrão oferece uma melhor compressão, que reduz os requisitos de dados em cerca de 50% da taxa de bits em relação ao padrão anterior H.265/High Efficiency Video Coding (HEVC) sem comprometer a qualidade visual.

Como o H.266/VVC foi desenvolvido com conteúdo de vídeo de ultra-alta resolução em mente, o novo padrão é particularmente benéfico ao transmitir vídeos 4K ou 8K em uma TV com este tipo de resolução. Além disso, H.266/VVC é ideal para todos os tipos de imagens em movimento.

Um novo modelo de licenciamento uniforme e transparente com base no princípio FRAND (sigla em inglês para justo, razoável e não discriminatório) também está sendo planejado para o uso de patentes essenciais relacionadas ao H.266/VVC. Para isso foi fundado o Fórum da Indústria de Codificação de Mídia (MC-IF).

Os novos chips necessários para o uso de H.266/VVC, como os de dispositivos móveis, já estão sendo projetados.

 

Além da Sociedade Fraunhofer, o MC-IF conta agora com mais de 30 empresas e organizações. Os novos chips necessários para o uso de H.266/VVC, como os de dispositivos móveis, já estão sendo projetados. O Dr. Thomas Schierl, chefe do departamento de Codificação e Análise de Vídeo do Fraunhofer HHI, anunciou que "nos próximos meses o Fraunhofer HHI publicará o primeiro software (codificador e decodificador) para suportar H.266/VVC".
 

Via: Guru3D Fonte: Fraunhofer Heinrich Hertz Institute (HHI)
User img

Fabio Rosolen

DICA: Veja como formatar o WINDOWS 10 sem PEN DRIVE [FÁCIL]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.