Canon vai enviar satélite com câmera baseada na EOS 5D Mark III para o espaço
Créditos: Divulgação/ Canon

Canon vai enviar satélite com câmera baseada na EOS 5D Mark III para o espaço

Empresa pretende captar imagens da Terra em alta resolução

Leitura Rápida

  • A Canon, empresa mais conhecida por suas câmeras e lentes, anunciou que está enviando um satélite para o espaço
  • O objetivo é captar fotos em alta resolução da Terra
  • O satélite é construído baseado na câmera DSLR Canon EOS 5D Mark III

A Canon anunciou que vai enviar um satélite com câmera de alta resolução para o espaço. O satélite CE-SAT-IB será lançado no dia 4 de julho de 2020, no próximo sábado. O objetivo é captar imagens da Terra em alta resolução, graças ao sistema Canon EOS 5D Mark III, que é usado em câmeras DSLR da empresa e será usado como base para o satélite.

A empresa, que é mais conhecida por suas câmeras e lentes, também entrou no ramo de microssatélites há algum tempo. Todos são enviados com algum método de captação de imagem do espaço. Dessa vez, a empresa está investindo em uma opção maior, que deve fornecer fotos com melhor qualidade.

Como mencionado, o sistema de câmeras presente no satélite CE-SAT-IB é baseado no modelo Canon EOS 5D Mark III. Ele será enviado pelo foguete Electron, da Rocket Lab, empresa norte-americana do segmento aeroespacial, responsável pela projeção e fabricação.

O lançamento do foguete faz parte da missão "Pics or It Didn't Happen", ou, em tradução literal "Fotografe ou não aconteceu", e será a quarta viagem mais recente da Rocket Lab. O lançamento estava previsto para o início de 2020, mas foi adiado devido à pandemia de COVID-19. O lançamento da nova missão será coordenado pela Spaceflight Inc.

O satélite foi desenvolvido pela própria Canon, portanto apresenta algumas das tecnologias já conhecidas pelos seus clientes. A câmera DSLR EOS 5D Mark III, já está no mercado e é um dos modelos mais adquiridos por profissionais de fotografia.

Continua após a publicidade

O sistema aprimorado de captação de imagens será útil nas capturas de longa distância. O sensor óptico incorporado ao satélite foi projetado para captar imagens do Planeta Terra em altíssima resolução, mesmo que estejam muito distantes. O planejamento da empresa menciona que o satélite deve ficar em até 640 km de altitude.

User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

40 ATALHOS do WINDOWS 10 para você virar um EXPERT no SISTEMA OPERACIONAL

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.