Empresa japonesa desenvolve máscara
Créditos: Reprodução | Kim Kyung-Hoon/Reuters 

Empresa japonesa desenvolve máscara "inteligente" com tradutor de fala

Produto é capaz de que transmitir mensagens e traduzir do japonês para oito idiomas

Em meio ao avanço do coronavírus, as máscaras se tornaram acessório indispensável em todo o mundo. Pensando nisso, a startup japonesa Donut Robotics anunciou o lançamento de uma “smart mask”, que é capaz de se conectar à internet e transmitir mensagens. De acordo com reportagem da agência Reuters, o produto pode até mesmo traduzir do japonês para outros oito idiomas

Construída em plástico branco, a C-Mask pode ser utilizada mesmo sobre as máscaras faciais tradicionais. Conectada via Bluetooth a um aplicativo para smartphones e tablets, ela transcreve a fala em mensagens de texto, pode fazer chamadas e amplificar a voz de seu usuário.

"Trabalhamos duro durante anos para desenvolver um robô e usamos essa tecnologia para criar um produto adequado à forma com a qual o coronavírus remodelou a sociedade", relatou Taisuke Ono, chefe executivo da Donut Robotics.

Como explica a Reuters, os engenheiros da startup tiveram a ideia enquanto procuravam uma forma de ajudar a empresa a sobreviver à pandemia. Quando o coronavírus atingiu a Donut Robotics, a companhia havia acabado de conquistar um contrato para fornecer guias robôs e tradutores para o Aeroporto de Haneda, em Tóquio.

Créditos: Reprodução| Kim Kyung-Hoon/Reuters 

O protótipo da C-Mask foi construído em um mês, adaptando o software de tradução que havia sido desenvolvido incialmente para o robô a um projeto de máscara que um dos engenheiros da empresa criou para um projeto estudantil cujo objetivo era interpretar a fala mapeando os músculos faciais.

Precificadas em cerca de US$ 40 (aproximadamente R$ 215 em conversão direta), as primeiras 5.000 C-Mask serão enviadas aos compradores no Japão a partir de setembro. Segundo Taisuke Ono, a empresa pretende vender também para outros países como China, Estados Unidos e Europa, locais onde o produto teria despertado grande interesse. 

Via: Reuters
User img

Gabriel Tagarro

Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.