Tesla ultrapassa Toyota como a montadora mais valiosa do mundo
Créditos: Reprodução/Qilai Shen/Bloomberg

Tesla ultrapassa Toyota como a montadora mais valiosa do mundo

Analistas agora esperam que a Tesla seja incluída no índice de referência S&P 500

A Tesla conseguiu o que muitos não consideravam possível – ela superou a Toyota como a montadora de automóveis mais valiosa do mundo. Na manhã desta quarta-feira as ações da Tesla chegaram ser negociadas a US$ 1.135, o que fez a empresa ser avaliada em mais de US$ 208 bilhões, em comparação com a avaliação da Toyota de cerca de US$ 172 bilhões. A montadora de veículos elétricos vale mais que o triplo do que valem, somadas, a Ford e General Motors. O marco ressalta o grande entusiasmo dos investidores pela montadora de Elon Musk. As ações da empresa mais do que dobraram este ano.

01/07/2020 às 10:03
Notícia

Pré-venda do Cybertruck da Tesla supera as vendas totais da e...

O carro com design de jogos de corrida antigos já vendeu 650.000 unidades

Embora a Tesla possa ter excedido a Toyota em uma métrica, na produção de carros ela ainda está atrás da empresa japonesa. Para o período que terminou em 31 de março, a Tesla disse que produziu cerca de 103.000 veículos no total, incluindo 15.390 modelos S e X, e 87.282 veículos Model 3 e Model Y. No mesmo período, a Toyota produziu 2,4 milhões de veículos.

Analistas esperam que a Tesla supere a previsão para entregas no segundo trimestre de 65.000 unidades. O email de Elon Musk aos funcionários da Tesla na segunda-feira desempenhou um papel importante no reforço dessas expectativas. A Credit Suisse espera que a Tesla reporte entregas de veículos no 2º trimestre que variam entre 90.000 e 100.000 unidades.


Reprodução/VentureBeat

Além disso, os analistas agora esperam que a Tesla seja incluída no índice de referência S&P 500. Para conseguir isso, a Tesla precisa reportar ganhos GAAP do segundo trimestre de 2020 que equivalem ou excedem US$ 1,41 por ação. Outra regra exige que a empresa reporte resultados positivos no último trimestre. Dadas as realidades predominantes nesta época de pandemia, os analistas agora esperam que a Tesla se qualifique para a inclusão no índice.

A demanda por veículos elétricos na China também deve contribuir para a valorização da montadora. De acordo com a China Passenger Car Association (CPCA), a Tesla vendeu 11.095 veículos Model 3 na China durante o mês de maio de 2020, constituindo um aumento de quase 300% em relação às vendas de abril. 

A alta das ações da Tesla ficaram em mais de 163% em 2020. Esse resultado vem após vários anos de prejuízos. A empresa teve três trimestres consecutivos de lucro, que parece estar "entrando no prumo". A Amazon também registrou 24 trimestres de prejuízos antes de começar a ter lucros.

Continua após a publicidade

No final do dia, muito depende dos números relacionados ao segundo trimestre. Caso a Tesla consiga manter este momentum, sua inclusão no índice S&P 500 pode ser garantida.

Fonte: Wccftech, CNBC
User img

Fabio Rosolen

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.