Bife vegano produzido com impressora 3D
Créditos: Redefine Meat

Bife vegano produzido com impressora 3D

É esperado que a carne de origem vegetal alcance escala industrial já em 2021

A buscas por substitutos de derivados animais está se tornando cada vez mais alta conforme as pautas veganas ganham força mundo a fora. A porta de entrada para o veganismo costuma muitas vezes se iniciar com a diminuição do consumo de carne até que o mesmo seja nulo. Com isso inúmeras soluções apareceram nas ultimas décadas, soluções essas que buscam simular carne através de origem vegetal, grãos e combinações proteicas, desta vez a aposta para a réplica ideal da textura está em cima das impressoras 3D.

A bola da vez está com uma empresa israelense chamada Redefine Meat. A empresa busca trazer alimentos extremamente similares em termos de textura e sabor em relação a carne bovina. O material utilizado na produção não é derivado de animais e é baseado em origem vegetal.

No site oficial da Redefine a empresa explica melhor a ação.

"Nossa tecnologia combina modelagem 3D de carne, tecnologia de formulação e impressão de alimentos para entregar um nova categoria de "carne" de matriz complexa com um custo mais econômico. Redefine Meat causa 95% menos impacto ambiental, não possui colesterol e é mais barato do que carne animal."

O produto está em teste este ano em alguns restaurantes e é esperado que seja posto em produção industrial em 2021. Quando pensamos em impressoras 3D, principalmente nesta ocasião onde os materiais usados necessitam de muita pesquisa e tecnologia envolvida, pensamos direto no custo que isso possui e como esse custo pode ser repassado para os consumidores. Em relação ao preço de mercado ainda não temos informação, mas Redefine Meat assegura que a entrada no ramo vegano é bem mais vistosa do que podemos achar de início.

"O mercado global para alimentos alternativos para carne é um segmento que está crescendo rapidamente dentro da industria de alimentos e é esperado que atinja US$140 bilhões anualmente, mesmo que as alternativas atuais não consigam entregar a experiência completa de carne animal."

Desta forma Redefine Meat promete entregar o mais perto da textura e sabor real de uma carne de origem animal a partir de origem vegetal e produtos sustentáveis. Segundo o CEO da empresa, Eshchar Ben-Shitrit, as fibras da carne só puderam ser simuladas graças a tecnologia de impressão 3D. A empresa também ressalta que a produção de carne bovina causa um grande impacto ambiental e é uma produção de alto custo. Desta forma a alternativa que apresentam apela também para o lado ecológico, outra grande onda que vem se tornando cada vez mais presente nos debates mundiais. 

A Redefine Meat não é a única no mercado que pensou nesta solução. Trabalhando também com impressão 3D para criar carnes de origem vegetal a empresa espanhola Nova Meat além de trabalhar coma criação de "carne bovina" e possuem a versão feita por impressoras 3D que simulam carne de porco. 

 

Fonte: Engadget, Reuters
User img

Beatriz Vitoriano Alves de Oliveira

Sou a Bia, em poucas palavras: estudante de Economia, curiosa de carreira e nerd de coração. Desde que me conheço por gente leio sobre tudo e gosto muito de debates.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.