Facebook descontinua o Oculus Go, seu headset de realidade virtual mais barato
Créditos: Divulgação/Facebook/Oculus

Facebook descontinua o Oculus Go, seu headset de realidade virtual mais barato

Dispositivo foi lançado no final de 2017 custando a partir de US$ 199

O Facebook anunciou nesta semana através da Oculus que descontinuará o Oculus Go, seu headset de realidade virtual mais barato. Este modelo foi lançado no final de 2017 custando a partir de US$ 199 e na época ele foi um marco para a empresa, que fez uso dele para combater a percepção natural de que realidade virtual era algo caro. 

O Oculus Go continuará recebendo atualizações de firmware até 2022 e aceitará novos aplicativos enviados por desenvolvedores somente até dezembro de 2020, mas o headset mesmo só continuará sendo vendido até que os estoques se esgotem.

20/03/2019 às 18:12
Notícia

Oculus revela headset de VR Rift S com maior resolução e áudi...

Produto traz painéis de LCD como os do Oculus Go, com 1280 x 1440 pixels por olho

Em seu anúncio, a empresa disse que está aposentando este modelo depois da resposta positiva dos usuários ao Oculus Quest, que possui o mesmo formato “tudo-em-um” e oferece seis graus de liberdade (6DoF). Para fazer uma comparação, o Oculus Go oferece apenas três graus de liberdade (3DoF).

"Vocês nos disseram em alto e bom som que os 6DoF são o futuro da realidade virtual. É por isso que não disponibilizaremos mais produtos de realidade virtual com 3DoF", diz o post publicado pela Oculus. Custando atualmente a partir de US$ 149, o Oculus Go já é listado como fora de estoque no site da Oculus – a empresa de realidade virtual responsável pelo Oculus Rift e que foi comprada pelo Facebook em 2014. A empresa acredita que no momento o Oculus Quest é a melhor solução para a maioria dos usuários.


Divulgação/Facebook/Oculus

O Oculus Go possui especificações mais modestas em comparação com Oculus Quest. O Oculus Go vem equipado com o chip Qualcomm Snapdragon 821, possui tela LCD de 5,5 polegadas com resolução de 1280 x 1440 com taxas de atualização de 60Hz e 72Hz, 3GB de memória RAM, 32GB/64GB de capacidade para armazenamento e bateria de 2.600mAh com autonomia de até duas horas para jogos e até duas horas e 30 minutos para reprodução de vídeos.

Já o Oculus Quest vem equipado com o chip Qualcomm Snapdragon 835, duas telas OLED com resolução de 1600 x 1440, taxa de atualização de 72Hz, refrigeração ativa, 4GB de memória RAM, 64GB/128GB de capacidade para armazenamento e os já mencionados 6DoF. Além disso, uma versão atualizada do Oculus Quest aparentemente será lançada até o final deste ano com taxa de atualização de 90Hz e isso pode resultar na redução do preço do Oculus Quest atual. 
 

Continua após a publicidade

Além de confirmar que o Oculus Go será descontinuado, o Facebook confirmou que está trabalhando em uma forma de tornar mais fácil para os desenvolvedores a distribuição de aplicativos para o Oculus Quest fora da Oculus Store. Em 2021 os desenvolvedores poderão compartilhar seus aplicativos com qualquer um que tiver o Oculus Quest sem necessidade da prática conhecida como “sideloading”, que basicamente permite a instalação de aplicativos usando métodos não-oficiais, e sem que seja necessário acessar a Oculus Store.

O Facebook ainda não divulgou detalhes sobre como isso vai funcionar, mas a empresa fez este anúncio para que os desenvolvedores tenham tempo de adaptar seus aplicativos para o headset.

Fonte: XDA Developers
User img

Fabio Rosolen

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.