Telescópio Espacial Hubble captura vídeos das nebulosas planetárias
Créditos: NASA

Telescópio Espacial Hubble captura vídeos das nebulosas planetárias

Evento é o resultado da perda das camadas mais externas de uma estrela

A NASA (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço) divulgou novos vídeos capturados pelo telescópio espacial Hubble, que são responsáveis por mostrar a evolução das nebulosas planetárias. Como lembra o site Sputnik News, o evento consiste da perda das camadas mais externas de uma estrela.

19/05/2020 às 14:06
Notícia

Hexágono misterioso de Saturno são camadas de nuvens, descobr...

Astrônomos utilizaram o Telescópio Espacial Hubble e a sonda Cassini para conseguir fazer a identific...

"Estas novas observações do Hubble com diversos comprimentos de onda fornecem a visão mais abrangente até o momento de ambas as nebulosas espetaculares [...] Ao baixar as imagens, eu me senti como uma criança em uma loja de doces".
Professor de Ciência da Imagem no Instituto de Tecnologia Rochester

Isso é uma consequência do fim do combustível que queima no núcleo do astro, o que faz com que os seus gases se expandam através do espaço. Nesse momento de sua vida, a estrela assume uma forma de anel ou de bolha.

Imagens de nebulosas já haviam sido capturadas anteriormente pelo próprio Hubble, mas nunca com a qualidade dos vídeos atuais. Isso porque os novos vídeos foram obtidos através da câmera Wide Field 3, que é capaz de exibir um espectro muito maior de luz, que vai desde o ultravioleta próximo até o infravermelho próximo.

Os vídeos focam em duas estrelas bem específicas. O primeiro deles mostra a estrela NGC 6302, que é conhecida como a Nebulosa Borboleta, por causa da sua aparência que lembra asas. Já o segundo vídeo mostra NGC 7027, que lembra um percevejo-escudo, inseto que possui uma colorida carcaça metálica.

Via: Sputnik News Fonte: NASA
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.