Nova PIX do Brasil vai permitir transações instantâneas, inclusive com criptomoedas
Créditos: BC

Nova PIX do Brasil vai permitir transações instantâneas, inclusive com criptomoedas

Esse novo modelo deve substituir os atuais modelos de TED e DOC

Leitura Rápida

  • O Banco Central apresentou, oficialmente, a PIX
  • Esse sistema conta com a conta PI e o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI)
  • Eles vão permitir que transações sejam feitas a qualquer momento do dia, ou noite, em todos os dias da semana
  • As transações devem ocorrer em um período de até 10 segundos
  • Todos os sistemas de pagamento, mesmo que não sejam conveniados ao Banco Central, podem fazer parte do sistema
  • Isso inclui, além dos bancos tradicionais e digitais, também os sistemas de criptomoedas

O Banco Central do Brasil confirmou que vai estabelecer um novo método de transferências de dinheiro entre contas. O Sistema de Pagamento Instantâneo (SPI), pode substituir o TED (Transferência Eletrônica Disponível) e DOC (Documento de Ordem de Crédito), sendo uma opção mais barata, rápida e eficiente de enviar e receber dinheiro.

Esse anúncio veio por meio de uma Circular, que é um documento oficial do BC, que regulamenta alguma atualização do sistema brasileiro de pagamentos. A Circular 4.027 institui oficialmente o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI). Além disso, também institui a Conta de Pagamentos Instantâneos (Conta PI). Ambas as novidades fazem parte do PIX

O PIX é o novo sistema de pagamentos instantâneos do BC. A proposta é facilitar as tarefas feitas sem precisar de dinheiro físico. Essa nova normativa pode inutilizar os atuais modelos, que são as transações de TED e DOC.

Alguns usuários de TED já sabem que o dinheiro entre contas é transferido quase que instantaneamente, então, a dúvida é: Quais são as mudanças? No PIX é possível transferir dinheiro entre contas 24 horas por dia, sete dias por semana e com tempo máximo de 10 segundos. 

No PIX é possível transferir dinheiro entre contas 24 horas por dia, sete dias por semana e com tempo máximo de 10 segundos

 

Atualmente, o TED só pode ser feito nos horários de funcionamento dos bancos. Caso um usuário queira, por exemplo, fazer um pagamento às 22h, o dinheiro só irá ser transferido no dia seguinte. O PIX irá alterar isso. 10 segundos depois que o dinheiro for transferido, a outra conta já terá acesso ao pagamento, independente do horário ou dia da semana. 

O BC informou que todas as instituições financeiras, sejam elas tradicionais ou não, vão poder fazer parte do sistema. Isso inclui grandes bancos, como Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco e outros, como também os bancos e outros sistemas digitais, como NuBank, PicPay, PayPal, PagSeguro, Mercado Pago, e muitos outros.

Continua após a publicidade

Não é necessário que o sistema financeiro seja conveniado com o Banco Central para fazer parte do PIX, o que abre espaço para Criptomoedas

Outra novidade é que as criptomoedas que quiserem fazer parte do sistema, também vão poder. Carlos Eduardo de Andrade Brandt Silva, chefe adjunto de unidade do BCB, destacou que os novos modelos também devem ser compatíveis. "Interoperabilidade, já acomoda todas os agentes, de transferências simples, no modelo conta a conta".

Qualquer empresa que desejar aderir ao PIX tem até o dia 01 de junho para fazer a solicitação formal para o BC. Você pode conferir a Circular completa, com todas as descrições, na página oficial do Banco Central.

Via: cointelegraph
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.