SpaceX envia mais 58 satélites Stalink ao espaço junto com três da Planet Labs de
Créditos: SpaceX

SpaceX envia mais 58 satélites Stalink ao espaço junto com três da Planet Labs de "carona"

É o terceiro lançamento da companhia espacial em apenas duas semanas

A SpaceX lançou mais um foguete ao espaço no último sábado, dia 13 de junho. É o terceiro lançamento da companhia em apenas duas semanas, que enviou 58 de seus satélites Starlink a bordo de um SpaceX Falcon 9, que levou também três satélites de observação espacial da Planet Labs. Essa é a primeira missão da SpaceX que oferece também o serviço de "carona" para satélites.

Esse lançamento leva o número total de satélites Starlink em órbita do nosso planeta para 500, enquanto os SkySat da Planet Labs são apenas 18. Claro que os objetivos de cada empresa com o lançamento de seus satélites são bem diferentes. A SpaceX tem a a esperança de conseguir cobrir todo o planeta com dezenas de milhares de satélites Starlink para, um dia, oferecer internet de banda larga via satélite em todo o mundo. Enquanto isso, a Planet Labs usa seus satélites para mapear imagens da superfície da Terra.

O vídeo acima traz o lançamento completo da SpaceX Falcon 9 levando os satélites. Essa missão já havia sido anunciada no último dia 9 de junho, uma terça-feira, e agora foi executada sem imprevistos.

31/05/2020 às 11:35
Notícia

Astronautas da SpaceX acabam de chegar a Estação Espacial Int...

A missão está sendo considerada um sucesso e tudo está ocorrendo conforme o previsto

Continua após a publicidade

A SpaceX está num "embalo" positivo com esses lançamentos consecutivos, com seu principal destaque acontecendo no último dia de maio, no primeiro voo tripulado de um foguete da companhia. Os astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, da NASA, pilotaram o foguete até a Estação Espacial Internacional (EEI) e todo o evento foi transmitido ao vivo.

A promessa da SpaceX com seus satélites Starlink é conseguir oferecer uma banda larga com menos de 20ms de latência ao redor do mundo e alcançar regiões que atualmente não são contempladas pela nossa infraestrutura. A empresa acredita que essa latência já seria suficiente para muitas pessoas jogarem online, por exemplo.

Fonte: CNET
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.