Próximo lançamento da missão Starlink levará três satélites adicionais para a órbita da Terra
Créditos: SpaceX

Próximo lançamento da missão Starlink levará três satélites adicionais para a órbita da Terra

Os satélites do tamanho de uma máquina de lavar tirarão fotos do nosso planeta

Nas próximas semanas, a operadora de satélites Planet “pegará carona” em um dos foguetes Falcon 9 da SpaceX para enviar três de seus pequenos satélites para a órbita da Terra juntamente com os 60 satélites da missão Starlink. Os três satélites Planet levados neste próximo lançamento se juntarão aos outros satélites SkySat existentes da empresa que estão atualmente em órbita baixa.

28/04/2020 às 19:06
Notícia

Elon Musk propõe que Starship leve telescópios ao espaço para...

Em conferência, o CEO da SpaceX contou sobre seus planos futuros para a empresa

Os 15 satélites SkySat em órbita possuem tamanho próximo ao de uma máquina de lavar roupas e são usados para capturar fotos em alta resolução da Terra. A Planet planeja aumentar a frota com mais seis satélites: três serão levados pelo foguete Falcon 9 no próximo lançamento da missão Starlink e outros três serão levados por outro lançamento em julho. A empresa anunciou inicialmente seu plano de lançar os novos satélites com a ajuda da SpaceX em meados de maio.

Esta não será a primeira vez que a Planet lançará satélites em um foguete Falcon 9. Ela já havia lançado sete satélites, incluindo dois SkySat, em um foguete Falcon 9 em dezembro de 2018. O lançamento, conhecido como missão SSO-A, tinha como objetivo levar um total de 64 satélites em um só foguete. Uma empresa separada chamada Spaceflight intermediou esse lançamento na época, mas agora a SpaceX está trabalhando diretamente com pequenos operadores de satélite para coordenar ações de “carona” no Falcon 9. Isto faz parte de um novo programa anunciado pela SpaceX no ano passado.

Trabalhar diretamente com a SpaceX tem sido uma experiência bem mais rápida. De acordo com Mike Safyan, da Planet, o processo todo levou cerca de seis meses, desde a assinatura do contrato com a SpaceX até a chegada do lançamento.

Próximo lançamento da missão Starlink levará três satélites adicionais para a órbita da Terra
Um satélite SkySat da Planet sendo preparado para lançamento

A SpaceX ofereceu diferentes opções de voos para a Planet. A empresa de Elon Musk tem permissão para lançar quase 12.000 satélites como parte do projeto Starlink, que visa oferecer acesso à internet via satélite em várias regiões do mundo. Como parte deste projeto, a empresa vem lançando lotes de 60 satélites Starlink por voo, com lançamentos ocorrendo a cada mês em 2020. Isso oferece muitas oportunidades de “carona” para outros pequenos satélites.

Depois que todos os satélites SkySat da Planet forem lançados, a empresa poderá oferecer um novo recurso para seus clientes: a capacidade de capturar imagens de certas regiões da Terra até 12 vezes por dia.

 

Continua após a publicidade

"Quando você está trabalhando como uma carga que será levada de carona, muitas vezes você tem que escolher um lançamento e então você só tem que esperar que a carga primária esteja pronta para ser lançada", disse Safyan. "E às vezes esses atrasos podem somar três, seis, nove, 12 meses. Isso realmente depende. Enquanto com a SpaceX, eles estão lançando satélites Starlink com tanta frequência, e a órbita é muito bem combinada com o que estávamos procurando para esses satélites SkySat específicos".

Próximo lançamento da missão Starlink levará três satélites adicionais para a órbita da Terra
Dois satélites SkySat pegaram carona em um foguete Falcon 9 da SpaceX em dezembro de 2018

Os três satélites da Planet ficarão localizados no topo da pilha de 60 satélites Starlink no nariz do foguete Falcon 9. Depois que todos os satélites SkySat da Planet forem lançados, a empresa poderá oferecer um novo recurso para seus clientes: a capacidade de capturar imagens de certas regiões da Terra até 12 vezes por dia. Em outras áreas será possível capturar as imagens das mesmas regiões até sete vezes por dia.

Este novo recurso está sendo implementado ao mesmo tempo que a Planet está ampliando a resolução de suas imagens. A empresa recentemente fez uma "campanha de redução de altitude" de seus satélites SkySat nos últimos seis meses, aproximando-os mais da Terra. Isso ajudou a melhorar a resolução de suas imagens de cerca de 80 centímetros por pixel para cerca de 50 centímetros por pixel. A Planet também está lançando um novo painel online para seus clientes visando ajudá-los a enviar pedidos por imagens com maior resolução.

Fonte: The Verge
User img

Fabio Rosolen

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.