Robô identifica se é necessário fazer reparos em tubulações de esgoto
Créditos: newscientist

Robô identifica se é necessário fazer reparos em tubulações de esgoto

O robô de quatro patas possui sensor em suas bases que avisa quando há problemas

Leitura Rápida

  • Um novo robô foi desenvolvido para conseguir identificar quando os esgotos precisam ser reparados
  • Ele foi desenvolvido com sensores em suas bases
  • Quando há alguma deformidade, ele identifica e avisa que algo está diferente
  • Tudo é registrado por uma câmara, quando há algum problema grave ele pode ser facilmente encontrado e, posteriormente, reparado

A Newscientist publicou um robô desenvolvido para identificar problemas em esgotos. Apenas arranhando as paredes das tubulações ele consegue ser capaz de dizer se é necessário fazer reparos, mostrando a exata localização do problema. Ele está na fase de testes, mas já é possível perceber que ele será muito útil no futuro. 

Esse robô foi desenvolvido por Hendrik Kolvenbach, do Instituto Federal Suíço de Tecnologia (ETH Zurique), na Suíça. Sua equipe desenvolveu a tecnologia para tornar esse serviço de identificação de problemas e de possíveis lugares de reparo, sem que seja necessário um humano descer pela tubulação. Você pode conferir o funcionamento no vídeo abaixo:

Como é possível ver no vídeo, esse robô possui quatro "pernas" que são responsáveis por fazer a locomoção do robô. A parte mais importante do desenvolvimento estão na base dessas pernas mecânicas. Ele arranha as tubulações, vendo se há algum problema por onde passa. Caso não encontre nada, ele segue. Quando há algum furo, imperfeição ou outro problema é encontrado, ele identifica em vídeo, mostrando o que é necessário ser feito.

05/06/2020 às 15:16
Notícia

Pesquisadores de Harvard criam um novo micro robô inspirado e...

HAMR-JR com quatro pernas tem um corpo com apenas 2,25 centímetros de comprimento e pesa 0,3 gramas

Os sensores estão nas bases do robô, em seus "pés". Quando ele identifica alguma deformidade na estrutura ele raspa várias vezes para identificar o que tem abaixo de seus pés. Caso não for nada sério ele continua o trajeto. Como mencionado, tudo é gravado e enviado para pessoas na superfície, que podem decidir se é necessário fazer correções imediatas ou se a deformação não deve trazer problemas.

Ele também foi desenvolvido para não haver problemas com líquidos, mesmo que sejam de diferentes densidades. Esse robô pode prestar um serviço muito útil para a sociedade, melhorando a manutenção de canos de esgoto. 

Via: Newscientist
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

BLACK FRIDAY: DICAS para COMPRAR uma SMART TV!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.