Kitty Hawk encerra Flyer, o seu projeto de carro voador
Créditos: Kitty Hawk

Kitty Hawk encerra Flyer, o seu projeto de carro voador

Companhia tomou a decisão para poder focar na aeronave VTOL Heaviside

A startup norte-americana Kitty Hawk anunciou o encerramento do seu projeto de carro voador Flyer, que ganhou bastante atenção da imprensa desde a sua primeira apresentação em 2017. Num publicação no blog oficial da empresa, o CEO Sebastian Thrun explicou os motivos para o fim da iniciativa.

08/06/2018 às 18:42
Notícia

Você só precisa de uma hora de treino para pilotar Flyer, o c...

Projeto foi feito pela empresa de Larry Page, do Google

"Desde que o Flyer começou, veículos eVTOL mais poderosos foram inventados, como o nosso próprio avião Heaviside, que tem uma autonomia de 100 milhas [160 km], alcança até 180 milhas por hora (290 km/h) e tem a habilidade de voar sobre cidades".
Sebastian Thrun, CEO da Kitty Hawk

Segundo a postagem, a empresa já aprendeu tudo o que precisava a partir desses testes. Isso inclui elementos como design e testes de veículos, fabricação de aeronaves e a maneira como os humanos lidam com veículos do tipo eVTOL (electric Vertical Take-Off and Landing).


Fonte: Kitty Hawk

"Seguindo em frente, vamos dobrar nossa aposta no Heaviside como a nossa principal plataforma. Mas nós jamais teríamos chegado aqui sem lançar e aprender com o Flyer e a maravilhosa equipe de pessoas que construíram e operaram ele".
Sebastian Thrun, CEO da Kitty Hawk

Outro motivo importante para essa decisão é que a empresa decidiu focar mais na sua aeronave Heaviside, que é um veículo do tipo decolagem e aterragem vertical (VTOL). Ela foi revelada inicialmente em 2019 na forma de uma aeronave para apenas um ocupante que seria 100 vezes mais silenciosa do que um helicóptero.

"Somos incrivelmente orgulhosos da equipe Flyer e do que eles alcançaram. O Flyer se destaca como uma das nossas apostas mais ambiciosas. Enquanto os veículos em si vão se aposentar, o legado do Flyer vai viver conforme nós continuamos a nossa busca para livrar o mundo do tráfego!".
Sebastian Thrun, CEO da Kitty Hawk

Continua após a publicidade

De acordo com o site Tech Crunch, a Kitty Hawk decidiu demitir a maior parte das 70 pessoas da equipe de desenvolvimento da Flyer. Apenas alguns desses funcionários serão trazidos para trabalhar no Heaviside, segundo a própria empresa.

Quem for demitido irá receber ao menos 20 semanas de salário mais benefícios, dependendo de quanto tempo estava trabalhando na empresa. Ex-funcionários também receberão seus bônus anuais e terão o seu seguro de saúde pago até o fim do ano.

Via: TechCrunch, Engadget Fonte: Kitty Hawk
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.