Uber manda para reciclagem como sucata milhares de bicicletas elétricas
Créditos: Broadsheet

Uber manda para reciclagem como sucata milhares de bicicletas elétricas

Vídeos choca ao mostrar pilhas da conhecida Jump sendo esmagadas em centro de reciclagem

Vídeo mostra centro de reciclagem com centenas das bicicletas da Uber, Jump. Recentemente a Uber liderou rodada de investimentos na empresa de compartilhamento de patinetes elétricos chamada Lime. Com isso a Lime se tornou proprietária das bicicletas, contudo não é a empresa que está por trás do descarte das mesmas. As bicicletas estão sendo recicladas como sucata, contudo ainda estão em condições normais para funcionamento, o que causou uma repercussão muito negativa nas mídias sociais.

Um representante da Lime comentou sobre ação em uma entrevista para CNBC.

"Nós não reciclamos nenhuma Jump da nossa frota e estamos comprometidos a continuar a operação durante esse período crítico. Planejamos trabalhar com a Uber para achar modos mais sustentáveis para doar e reutilizar as bicicletas remanescentes do inventário deles."

A Uber tem algumas pegadas ambientais e ecológicas, como por exemplo a campanha de alguns anos atrás o "Uber e Dá Pé" no qual a Uber deixou de emitir recibos de papel para ajudar o meio ambiente. Contudo essa abordagem é colocada em xeque quando vemos bicicletas em perfeitas condições sendo descartadas aos montes. Um representante da Uber, também em um resposta para CNBC, falou sobre a escolha de reciclar como sucata e não doar ou vender.

"Exploramos a opção de doar as Jumps remanescentes, modelos antigos, mas devido a problemas significativos - incluindo manutenção, responsabilidade, problemas relacionados a segurança e a falta de equipamento de carregadores disponíveis para consumidores - nós decidimos que o melhor jeito de lidar com a situação é reciclando as e-bikes de forma responsável."

09/05/2020 às 10:01
Notícia

Apesar de enorme crescimento do Uber Eats, Uber tem prejuízo ...

Como seria de se esperar, empresa é uma das mais afetadas pela quarentena do COVID-19

Continua após a publicidade

O Bike Share Museum também se pronunciou no Twitter com uma foto mostrando que as baterias das bicicletas já tinham sido removidas, a conta se lamentou pela quantidade de lixo gerado. É importante lembrar que uma vez com as baterias removidas a bicicleta consegue funcionar normalmente de forma analógica, o que salienta a atitude desnecessária de descarte da Jump. Bike Durham, um grupo de advocacia da Carolina do Norte, também no Twitter, se oferecei para ajudar a Uber para dar um destino mais apropriado para as bikes. O grupo já ajudou a Ridespin a realocar bicicletas antigas que foram doadas.

Fonte: Engadget, CNBC
User img

Beatriz Vitoriano Alves de Oliveira

Sou a Bia, em poucas palavras: estudante de Economia, curiosa de carreira e nerd de coração. Desde que me conheço por gente leio sobre tudo e gosto muito de debates.

BLACK FRIDAY: DICAS para COMPRAR uma SMART TV!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.