O SoC Kirin 1020 não vai ser afetado pelas medidas restritivas dos EUA
Créditos: Huawei

O SoC Kirin 1020 não vai ser afetado pelas medidas restritivas dos EUA

A TSMC deve entregar os chips conforme o cronograma da empresa

Leitura Rápida

  • Medidas restritivas dos EUA atingem também a fabricante de microprocessadores, a TSMC
  • Os próximos chips que são fabricados pela empresa e desenvolvidos pela Huawei, Kirin 1020, não terão impacto
  • O cronograma irá seguir conforme o programado pela Huawei e o smarphone Mate 40 deve ser equipado com o chip de 5nm
  • Os próximos SoCs da empresa não tem confirmação se a parceria será mantida

As recentes ações do Departamento de Comércio dos EUA tomou medidas restritivas entre relações comerciais entre as empresas estadunidenses e as chinesas. A maior impactada foi a Huawei, uma das principais fabricantes de smartphones do mundo. Os impactos estão sendo vistos em outras companhias, como por exemplo é a TSMC.

A TSMC é uma das maiores fabricantes de semicondutores do mundo. Isso inclui processadores de diversas empresas, como AMD e os SoCs desenvolvidos pela Huawei, que integram seus dispositivos. Já tinha sido divulgado que os próximos anúncios seria o Kirin 1020. Esse chip seria uma dos primeiros a serem produzidos com a litografia de 5nm.

22/05/2020 às 17:10
Notícia

Huawei irá se recuperar caso pare fornecimento ao EUA, mas pa...

Funcionário disse em entrevista que a recuperação é eventual, e que eles irão se adaptar a novos merc...

Algumas pessoas começaram a questionar se essas mediadas afetariam a produção dos chips da Huawei. Um recente relatório informa que as restrições vão começar a ser aplicadas para os próximos pedidos da empresa. Os que já haviam sido acordados não serão afetados. Isso indica que a próxima linha de chips vai seguir conforme o esperado.

Com o recente aumento de pedidos de produção de chips em 7nm - de empresas como NVIDIA e AMD -, a TSMC anunciou que seus cookies de produção desses chips estão trabalhando com a capacidade máxima. Isso quer dizer que novos pedidos teriam um atraso. Apesar disso, os outros processos feitos em 5nm, por exemplo, estão trabalhando em 50% da capacidade.

Como a empresa consegue entregar os pedidos nessa litografia, isso significa que a Huawei não terá atrasos em seu pedido. O seu próximo smartphone, provavelmente o Mate 40, deve ser lançado conforme o cronograma da empresa. 

os próximos pedidos tem um futuro incerto. Não se sabe como as empresas parceiras da Huawei irão lidar com as novas regulamentações adotadas pelo governo dos EUA. O sistema operacional já foi afetado. A Play Store, que é a loja de aplicativos que equipa os dispositivos Android, já está saindo dos dispositivos da empresa. Isso porque a Google é uma empresa dos EUA e é afetada pelas medidas.

Para entender um pouco mais sobre a polêmica, veja o vídeo abaixo:

Continua após a publicidade
Via: GSM Arene
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.