Drone DJI Mavic Air 2 se sai bem em teste de reparabilidade - Veja ele por dentro
Créditos: Ifixit

Drone DJI Mavic Air 2 se sai bem em teste de reparabilidade - Veja ele por dentro

Novo drone da DJI pode ter suas peças substituídas com facilidade

Leitura Rápida

  • Drone DJI Mavic Air 2 passou pela avaliação do site Ifixit para saber como é que o equipamento se sai quando precisa ser reparado
  • A avaliação foi positiva, mostrando que é fácil fazer trocas e substituições no drone
  • O único ponto negativo levantado foi a posição do motor e seus cabos de alimentação
  • Em geral, é fácil consertar o Mavic Air 2

O DJI Mavic Air 2 é o mais novo modelo da empresa. Ele já está sendo muito elogiado em diversas reviews, feitas por especialistas no assunto. Parece que há outras boas notícias para quem decidiu adquirir o modelo. O site Ifixit, que é especialista em desmontar aparelhos e dar nota em reparabilidade, avaliou positivamente o drone. Ele é construído de forma que reparos futuros possam ser feitos sem grandes dificuldades.

Os drones são colocados à prova muitas vezes. Alguns usuários forçam o equipamento para conseguir a melhor imagem, em cenários muitas vezes difíceis. Isso faz com que não seja incomum algumas quedas, colisões, enroscadas, entre outras coisas que podem danificar o drone

Caso a reparabilidade fosse muito difícil, isso poderia fazer com que muitos usuários decidissem não consertar. Por maior custo benefício que ele ofereça, ainda assim se tratam de equipamentos caros. Caso o reparo fosse ainda dificultado, isso poderia ser um ponto importante para os usuários levantarem antes de adquirir o equipamento.

03/05/2020 às 16:32
Artigo

O Mavic Air 2 é melhor que o Mavic 2? Veja artigo comparando ...

Novo Mavic Air 2 supera linha Mavic 2 em algumas características, custando bem menos

No vídeo, a equipe do Ifixit mostra como é feita a desmontagem do equipamento. Ele é segurado por parafusos, o que torna a remoção fácil e segura. Isso mostra que depois de aberto, é fácil de fazer substituições de alguns equipamentos. Caso a câmera seja danificada, é possível trocá-la facilmente, por exemplo. O mesmo ocorre com outros hardwares acoplados.

As conexões são feitas por cabos que são encaixados na placa central do equipamento. Isso indica que não é necessário usar máquinas de solda para restabelecer a conexão. Isso ajuda a tornar o reparo ainda mais fácil. Vários outros componentes são encaixados, como uma grande peça de Lego. O que é mais um ponto positivo para o equipamento. 

Algo que dificulta um pouco, e foi um ponto negativo destacado pelo site, são seus motores. Os cabos de força são soldados e ficam localizados em um lugar que dificulta o acesso. A empresa escolheu colocar os cabos sob as hastes que permitem que o drone levante voo. Isso significa que se uma haste for danificada, será necessário remover o cabo que liga ao motor e conectá-lo novamente. 

Continua após a publicidade

A conclusão do vídeo é mais positiva que negativa para o Mavic Air 2. O site fala que tanto as câmeras quanto os sensores são fáceis de substituir. As placas de circuito são independentes, o que significa que caso aconteça algo de errado na solda, ou com uma colisão, isso não irá inutilizar os demais componentes. O que requer mais atenção são seus motores, mas ainda assim não é impossível de consertar. 

Via: DroneDJ
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Semana BLACK FRIDAY: 7 DICAS para COMPRAR MUITO BARATO na INTERNET!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.