Huawei irá se recuperar caso pare fornecimento ao EUA, mas país sairá prejudicado

Huawei irá se recuperar caso pare fornecimento ao EUA, mas país sairá prejudicado

Funcionário disse em entrevista que a recuperação é eventual, e que eles irão se adaptar a novos mercados

Em uma entrevista para a Bloomberg, Andy Purdy, diretor de segurança da Huawei nos EUA, disse que a empresa deverá se recuperar eventualmente caso pare de atuar nos Estados Unidos, e que o próprio país deverá sofrer as consequências disso tanto quanto ela. O assunto da entrevista faz referência às últimas ações contra a Huawei que estão prejudicando seu fornecimento global de chips, drones e smartphones. 

21/05/2020 às 16:41
Notícia

Huawei anuncia novo CEO para operação no Brasil

Sun Baocheng assume o cargo, antes ocupado por Yao Wei

Essas tentativas por parte dos EUA em culpar a Huawei por golpes de hacks e espionagem "afeta mais o povo americano do que a empresa", disse o funcionário da companhia chinesa. Ele ainda disse que a marca acabará se recuperando e se adaptando ao novo ambiente, mas muitos cidadãos dos EUA perderão empregos, pois isso afetaria o setor em todo o mundo.

Caso essas medidas contra a Huawei continuem ganhando força, a empresa será forçada a mudar toda a sua cadeia de suprimentos para a China, afastando os negócios de seus parceiros americanos e globais.De maneira indireta, essa guerra comercial e política entre EUA x China também afeta o Brasil, já que nosso país importa chips e outros dispositivos da Huawei e China.

18/05/2020 às 13:50
Notícia

Huawei critica novas sanções dos EUA e diz que elas podem afe...

Sanções podem dificultar a expansão, manutenção e operações da empresa em mais de 170 países

O executivo também disse que, quando a Huawei se tornar independente da tecnologia americana a longo prazo, a empresa não voltará a atuar no país novamente. Outras empresas chinesas podem seguir o exemplo e, por fim, prejudicar a competitividade dos EUA

Andy Purdy revelou que tem medo que a China possa revidar ao sancionar outras empresas de tecnologia americanas como a Apple. Caso isso aconteça, a guerra comercial entre os dois países deve piorar futuramente.

Fonte: Bloomberg
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.