NASA diz ainda não haver evidências concretas sobre Universo Paralelo
Créditos: Nexperts

NASA diz ainda não haver evidências concretas sobre Universo Paralelo

A teoria que há universos paralelos com o tempo invertido ainda não foi confirmada

Leitura Rápida

  • Há alguns dias informações sobre a possibilidade da NASA ter encontrado um universo paralelo começaram a ser divulgadas
  • As notícias falavam sobre a possibilidade desse universo ter o tempo ao contrário do que conhecemos
  • A NASA explica que isso são pesquisas ainda em andamento, de evidências ainda não comprovadas de um sistema de antenas presente nos polos
  • Os físicos não descartam a possibilidade, mas ainda não há evidências concretas

Há alguns dias começaram a surgir notícias sobre a possibilidade da existência de um universo paralelo, onde o tempo corre totalmente diferente do que conhecemos. Segundo algumas publicações, haveria evidências de que nesse universo o tempo retrocedia. O que significa que os dias diminuem e não aumentam, como é na Terra. Segundo a NASA, ainda não há provas suficientes para afirmar que isso é realmente real.

Em 2020 há muitos fenômenos impressionantes. O pentágono já confirmou a presença de espaçonaves não reconhecidas, que foram avistadas. Fora todos os fenômenos que estão acontecendo na Terra. Iniciamos o ano com uma pandemia, logo em seguida vulcões entrando em erupção, florestas queimadas e outras coisas. 

A NASA mantém um centro do relatório, que arquiva as descobertas da  Antarctic Impulsive Transient Antenna (Antena Impulsiva Transiente Antártica ou ANITA). Esse centro possui uma série de antenas de rádio, que são presas a um balão de hélio que voa sobre a camada de gelo da Antártica a 37.000 metros. Essa altura é quase quatro vezes mais alta que um vôo comercial. Com isso, as antenas podem "ouvir" o cosmos e detectar partículas de alta energia, que são chamados de neutrinos.

04/03/2020 às 10:30
Notícia

Físico diz que universos paralelos existem e que iremos encon...

Sean Carroll explica teorias e mecânica quântica em suas turnês

Essas partículas passam para a Terra aos montes e estão presentes, e isso nem é perceptível. A NASA estima que cerca de 100 trilhões de neutrinos passam pelo seu corpo a cada segundo. Eles não fazem quaisquer interações com a matéria. 

Essas antenas identificaram eventos "anômalos". Os cientistas viram que em vez dos neutrinos de alta energia fluírem do espaço, eles pareciam ter vindo de um ângulo estranho, através do interior da Terra, antes de atingir o detector. Essas descobertas ainda não possuem uma explicação científica válida. A física, que é a ciência que estuda esses fenômenos, ainda não tem teorias para esse processo.

Devido a isso, surgiram novas possibilidades de experimentos. Um deles foi o de um universo paralelo, onde o tempo é invertido. Lembrando que a ciência ainda não consegue explicar o fenômeno e essa foi uma das teorias levantadas, sem comprovação.

Continua após a publicidade

Essas descobertas feitas pelo centro já foram publicadas em artigos científicos há cerca de dois anos. Apesar disso, apenas recentemente começaram a ser divulgadas pela mídia. As descobertas das antenas de rádio ainda são inconclusivas e uma outra estação implementada no Polo oposto traz informações diferentes. "Temos certeza absoluta de  que há uma nova física por aí", diz Clancy James, astrônomo de rádio da Universidade Curtin, na Austrália. 

O universo é infinito e possui muitos mistérios. Os cientistas não descartam a possibilidade desse universo paralelo existir, mas ainda não há evidências concretas para que isso possa ser afirmado. Essas ainda são teorias, que devem ser investigadas e muito estudadas nos próximos anos. 

Via: CNET
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.