Facebook pode ser acusado de antitruste por comprar Giphy
Créditos: DiyPhotography

Facebook pode ser acusado de antitruste por comprar Giphy

Congresso dos Estados Unidos está de olho na compra recente de U$400 milhões

Na sexta-feira, o Facebook anúncio a compra do site Giphy pelo valor de U$400 milhões, enquanto a compra pode passar despercebida pelos usuários, que apenas aproveitarão a suposta melhor integração do banco de imagens, um grupo bipartidário no congresso dos Estados Unidos está em alerta para a prática de antitruste. Com a aquisição de um dos maiores bancos de imagens GIF da internet, presente em serviços como Twitter, Tinder, Slack, iMessage, o Facebook ganha ainda mais poder comercial, aumentando seu leque de empresas que já é enorme.

Além dos investimentos em diversas startups ao redor do mundo e suas iniciativas próprias, o Facebook utiliza Whatsapp, Instagram, Messenger integrar serviços e conseguir o maior número de pessoas que conseguir. Segundo o Facebook, metade do tráfego do Giphy atualmente vem do Facebook, mas não ficou claro se isso inclui todas as plataformas que a empresa é dona. Também garantiu que será feita uma integração entre Instagram e o site de imagens animadas.

Facebook compra Giphy por U$400 milhões e
planeja integração do site imagens com o Instagram

Para as empresas concorrentes, o corte no acesso ao Giphy seria um dificultador, já que arquivos .gifs ganharam popularidade nos últimos anos com a popularização de planos melhores de serviços de internet (no início tinham carregamento lento). Nos Estados Unidos, grupos de Republicanos e também Democratas se posicionam sobre a compra como anti-competitiva e alertam para o perigo no fornecimento de dados.

"O Facebook continua procurando ainda mais maneiras de obter nossos dados. Assim como o Google comprou a DoubleClick devido à sua presença generalizada na Internet e à capacidade de coletar dados, o Facebook quer o Giphy para que ele possa coletar ainda mais dados sobre nós. O Facebook não deve adquirir nenhuma empresa enquanto estiver sob investigação antitruste de suas compras anteriores ".
Josh Hawley, senador dos Estados Unidos

Via: The Verge

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.