Microsoft vai pagar U$100.000 para quem hackear sua versão Linux
Créditos: Microsoft

Microsoft vai pagar U$100.000 para quem hackear sua versão Linux

Desafio terá duração de três meses e pretende aprimorar segurança do Azure Sphere OS

A Microsoft criou uma maneira de testar a estabilidade e segurança do seu sistema operacional baseado em Linux, o Azure Sphere OS. Uma quantia de U$100 mil está sendo oferecida para quem conseguir hackear o sistema operacional. Se você tem conhecimentos de segurança de softwares e está disposto a tentar a invasão deve fazer uma inscrição, enviando seus dados até o dia 15/05.

Tudo acontece de maneira formal, após a inscrição é necessário aguardar para ver se o nome do candidato foi aprovado, a confirmação chega por e-mail e assim que for positiva já é possível participar. A inscrição e detalhes específicos de como ocorre o evento estão disponíveis no site da Microsoft na aba Azure Security Lab, disponível neste endereço. A disputa começa dia 1º de junho, após as aprovações dos candidatos, e ocorre até o dia 31 de agosto.

Novo Microsoft Surface Headphones 2 traz
bateria com autonomia de até 20 horas

A empresa criou uma versão compacta e personalizada do Linux no ano passado para ser executada em chips especializados para sua plataforma de Internet das Coisas (IoT). O sistema operacional foi criado especificamente para esta plataforma, garantindo que serviços e aplicativos básicos sejam executados isolados em uma caixa de proteção por motivos de segurança.

O Azure Sphere é muito importante para a Microsoft e todos os usuários que terão seus dados salvos com a empresa. O CEO da companhia, Satya Nadella, acredita na visão de que a próxima década será tomada pela utilização de dispositivos conectados de IoT, o que justifica os grandes investimentos na área. Por hora, incentivos de aperfeiçoamento do Azure Sphere são os primeiros passos para um futuro amplo de internet das coisas e computação na nuvem por trás da dona do Windows. Vale ressaltar que este sistema também é novo, foi anunciado ano passado e ainda está em estágio inicial de desenvolvimento em diversos de seus recursos básicos.

Via: TheVerge

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.