GPU que AMD está fazendo para a Samsung é bem mais rápida que Adreno 650, segundo rumor

GPU que AMD está fazendo para a Samsung é bem mais rápida que Adreno 650, segundo rumor

Vazamento de testes mostra resultados muito acima do que é oferecido pelo Snapdragon 865

O anúncio da parceria entre AMD e Samsung para a criação de uma GPU para celulares já vai fazer aniversário de um ano e ainda não temos mais novidades oficiais relevantes sobre o assunto. Por isso, dependemos de vazamentos como um que acabou de acontecer nessa semana e mostra informações bastante otimistas para esse futuro SoC misterioso. De acordo com resultados de benchmark que apareceram no fórum sul-coreano Clien, a GPU da AMD baseada em RDNA para smartphones supera, e muito, a Adreno 650, atual topo de linha da Qualcomm.

Como sempre, esse tipo de notícia é um rumor e não pode ser lido como um fato incontestável. Mas, se os números postados forem reais, o próximo Galaxy high-end de 2021 pode ter um salto interessante de performance, principalmente para jogos. Confira abaixo os números sendo divulgados, e depois o que o Adreno 650 oferece, para comparar:

GPU AMD/Samsung:
- Manhattan 3.1 test: 181FPS
- Aztec Normal: 138FPS
- Aztec High: 58FPS

Adreno 650:
- Manhattan 3.1 test: 123FPS
- Aztec Normal: 53FPS
- Aztec High: 20FPS

Os resultados acima foram obtidos no teste sintético de benchmark GFXBench. Dá pra ver resultados expressivamente melhores da GPU misteriosa da AMD em relação à Adreno 650, que está presente no Snapdragon 865, o melhor SoC que a Qualcomm tem pra oferecer atualmente.

Isso pode marcar o fim dos modelos Galaxy usando Exynos ficando pra trás das variantes com Snapdragon. De acordo com informações do primeiro anúncio da parceria entre as empresas, podemos esperar o lançamento oficial dos primeiros celulares com GPU RDNA da AMD no ano que vem, 2021.

Continua após a publicidade

05/08/2019 às 20:51
Notícia

Samsung vai lançar smartphones com GPU AMD Radeon dentro de 2...

Durante reunião com investidores, executivos detalharam melhor parceria com a fabricante

Só ficam duas dúvidas. A primeira, é claro, é se os números são, de fato, verdadeiros. Se forem, ainda assim podem não representar a performance final do componente, porque ainda faltam ajustes. O próprio post no fórum revelando os resultados destaca que as fabricantes ainda estariam enfrentando problemas com o consumo de energia da GPU, então ajustes devem ser feitos.

A segunda dúvida é qual celular vai fazer a estreia do componente. O primeiro smartphone high-end que a Samsung vai lançar no ano que vem provavelmente será o Galaxy S21 (ou S30), então a GPU RDNA pode aparecer nele. Mas quem sabe a empresa não opte por fazer um modelo inédito especialmente para destacar o componente. Um smartphone gamer, talvez?

Fonte: Adrenaline
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.