Celulares da Xiaomi estão rastreando hábitos de uso e de navegação na Web dos usuários
Créditos: CGTN

Celulares da Xiaomi estão rastreando hábitos de uso e de navegação na Web dos usuários

Problema foi descoberto pelo pesquisador de segurança Gabi Cirlig em seu Redmi Note 8

Leitura Rápida

  • Pesquisador de segurança descobriu o problema em seu Redmi Note 8
  • As informações são enviadas para servidores em Cingapura e na Rússia
  • Dados de navegação na Web são coletados mesmo no modo anônimo
  • Outros aparelhos afetados incluem o Redmi K20, Mi 10 e o Mi Mix 3

O pesquisador de segurança Gabi Cirlig descobriu que seu celular Redmi Note 8 estava rastreando seus hábitos de uso e enviando as informações para servidores hospedados pela Alibaba em Cingapura e na Rússia. Esses servidores foram alugados pela Xiaomi.

Itens monitorados incluem as pastas que ele abriu em seu telefone e as telas que ele acessou, incluindo a barra de status e o menu de configurações. Como se isso não bastasse, a Xiaomi estava rastreando até mesmo qual música Cirlig estava ouvindo usando o reprodutor de música padrão em seu telefone Redmi.

O pesquisador de segurança também descobriu que sempre que ele navegava na web usando o navegador padrão da Xiaomi, este navegador mantinha um registro de todos os sites que visitava, consultas em mecanismos de busca e itens visualizados no feed de notícias do navegador.

Mais preocupante é que este comportamento continuou mesmo usando o modo de navegação anônima no navegador. O pesquisador de segurança encontrou o mesmo código de rastreamento em outros telefones Xiaomi, incluindo modelos premium como o Redmi K20, Mi 10 e Mi Mix 3.

Celulares da Xiaomi estão rastreando hábitos de uso e de navegação na Web dos usuários

A pedido da Forbes, o pesquisador de segurança Andrew Tierney descobriu o mesmo comportamento no Mi Browser Pro e no Mint Browser da Xiaomi, ambos disponíveis na Google Play Store e têm mais de 15 milhões de downloads combinados.

Um ponto preocupante é que, apesar das alegações da Xiaomi de que os dados estavam sendo criptografados por razões de segurança, Cirlig descobriu que ele era facilmente capaz de decodificar e encontrar informações legíveis a partir destes dados.

Quando procurada pela Forbes, a Xiaomi confirmou que estava coletando dados de navegação dos usuários e que estava deixando estes dados anônimos por questões de privacidade. A empresa chinesa também alegou que os usuários consentiram em ter seu histórico de navegação rastreado. A Xiaomi, no entanto, negou que estava rastreando dados quando o navegador é usado no modo de navegação anônima.

Continua após a publicidade

Quando a Forbes forneceu à Xiaomi um vídeo feito por Cirlig mostrando como sua pesquisa no Google por "pornografia" e uma visita ao site PornHub foram enviadas para servidores remotos, mesmo quando o navegador estava no modo anônimo, o porta-voz da empresa continuou a negar que as informações estavam sendo gravadas.

A Xiaomi aparentemente está coletando os dados para entender o comportamento dos usuários de seus aparelhos. A empresa firmou uma parceria com a startup chinesa Sensors Analytics, que fornece "uma plataforma de análise de comportamento do usuário aprofundada e serviços de consultoria profissional". A Xiaomi confirmou sua relação com a Sensor Analytics, embora tenha observado que todos os dados coletados são armazenados em seus próprios servidores e não são compartilhados com outras empresas.

Além da coleta de dados de navegação e das outras informações relacionadas aos hábitos de uso dos usuários, a Forbes também disse que a empresa coleta alguns dados sobre os telefones, incluindo números exclusivos para identificar o dispositivo específico e a versão do Android. Em sua resposta, a fabricante chinesa de smartphones diz que "privacidade e segurança são sua maior preocupação" e acrescenta que "segue rigorosamente e está totalmente em conformidade com as leis e regulamentos locais sobre questões de privacidade de dados dos usuários".

Via: Neowin.net, Gizmochina Fonte: Forbes
User img

Fabio Rosolen

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.