Produção global de celulares deve sofrer queda recorde em 2020

Produção global de celulares deve sofrer queda recorde em 2020

Segundo semestre do ano será crítico para fabricantes do ramo mobile, dizem analistas

A indústria de smartphones deverá sofrer ainda mais em 2020 e atingir uma queda recorde na história desse mercado. O segmento já vinha sofrendo com a redução de manufaturados eletrônicos por conta do novo Coronavírus, já que várias fábricas tiveram que suspender a produção por algum tempo. Agora, novas previsões apontam que o segundo semestre de 2020 irá estabelecer um recorde negativo.

28/04/2020 às 18:17
Notícia

Ford adia lançamento do robotaxi para 2022 por causa da Covid-19

Empresa pretende avaliar impacto econômico da pandemia antes de lançar serviço

De acordo com o site de analistas TrendForce, a indústria de mobiles vai passar por uma queda grande a partir de junho. Pesquisas em torno da produção de celulares mostram que a fabricação global desses aparelhos tiveram uma redução de 10% no primeiro semestre deste ano, entregando 280 milhões de unidades a menos. Esse é o menor número reportado para o primeiro trimestre em cinco anos.

A estimativa é de que o segundo semestre tenha uma redução de 16,5% da produção global de smartphones, entregando 287 milhões de unidades a menos no mercado. Esse será o semestre com o pior rendimento da indústria de celulares.

Espera-se que as fabricantes de todo o mundo enviem 1,24 bilhões de unidades para 2020, sendo este o número total de dispositivos enviados ao mercado desde o início do ano.

A grande causa da queda nessa indústria é a dependência da China para importar eletrônicos. Por conta do COVID-19, o país reduziu drasticamente a produção e fabricantes ficaram sem componentes essenciais para montar seus smartphones. Enquanto o Coronavírus ainda é uma ameaça, medidas preventivas devem continuar interferindo nas produções. 

Via: Phone Arena Fonte: TrendForce
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.