Bug da Captura de Imagem no macOS pode lotar o armazenamento

Bug da Captura de Imagem no macOS pode lotar o armazenamento

Erro ocorre quando fotos HEIF são importadas com o aplicativo nativo

Um novo bug no macOS foi descoberto recentemente, e essa falha pode lotar o armazenamento interno do sistema ao importar fotos. De acordo com desenvolvedores do aplicativo NeoFinder, o bug acontece ao utilizar a ferramenta de Captura de Imagem para fotos. 

06/04/2020 às 10:50
Notícia

Apple dá recompensa de US$ 75.000 para hacker que encontrou f...

Ryan Pickren encontrou furos no sistema do Safari que dava acesso a câmera

O problema está na importação de fotos, e não na captura em si. Quando o usuário importa as imagens com o app, a conversão de formato (se ativada) acaba adicionando 1,5 MB de espaço no arquivo final. Acontece que esse espaço adicional não possui conteúdo, é um vazio, apenas zeros.

O bug acaba comprometendo o armazenamento interno do sistema, já que ele lota sem estar realmente cheio de arquivos. O Captura de Imagens é um aplicativo nativo do macOS, adicionado já algum tempo pela Apple em seus dispositivos.

O app é usando para quando o usuário conecta uma câmera ou dispositivo terceiro (iPhone, iPad ou iPod) no computador com objetivo de importar os arquivos e fotos para o PC. 

Muitos desses aparelhos utilizam o formato HEIF para as fotos, o que é um formato conveniente porque mantém a qualidade da imagem enquanto reduz seu tamanho. É por causa desse formato que a falha acontece, quando ele deve ser convertido para JPEG

Para comparação, a importação de mil fotos deverá gerar 1,5 GB de arquivo adicional. A Apple já está em contato com os desenvolvedores para consertar a conversão no aplicativo. Essa falha também pode acontecer em outros dispositivos que utilizam a Captura de Imagem.

Fonte: TecnoBlog
User img

Mariela Cancelier

Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.