Drone disfarçado de beija-flor captura imagens incríveis da natureza
Créditos: Nature

Drone disfarçado de beija-flor captura imagens incríveis da natureza

Pequena aeronave conseguiu voar entre meio bilhão de borboletas sem causar alarde

A série Spy in the Wild (espião na selva) da Nature conseguiu surpreender ao conseguir filmar meio bilhão de borboletas em um local calmo e longe de predadores utilizando um drone disfarçado de beija-flor. A aeronave, é claro, foi equipada com câmeras de alta resolução para conseguir fazer a captura de imagens surpreendentes, assista um trecho abaixo.

O narrador explica que o beija-flor se alimenta de nectar e que dessa forma as borboletas não se sentem ameaçadas por suas presença. Além disso, as hélices do drone foram cobertas para que as borboletas pudessem até mesmo pousar sobre a pequena aeronave disfarçada.

Essas borboletas ocupam este lugar na floresta todo o ano, fogem do frio no norte do Canadá, mas como retornam para este ponto exato continua um mistério para os biólogos. Elas se aglomeram nos galhos das árvores para conseguir evitar o frio, preservando o calor. Mas assim que o inverno acaba, começam a se mexer, a abrir as asas e voar.

A tecnologia está permitindo que biólogos façam experiências realmente incríveis, a BBC, por exemplo, chegou a mostrar capturas feitas com pequenos jacarés robôs. A ideia dos pesquisadores é mostrar como os animais se comportam quando não estão sendo vigiados e com extrema proximidade. O fato de drones serem barulhentos, geralmente torna invasiva a presença da máquina, mas no caso do beija-flor foi completamente aceitável pelo baixo nível de ruído emitido (por causa do tamanho) e também porque as asas desse tipo de ave já emitem certo ruído.

Cientistas criam maneira de
controlar drones com gestos

Esse mesmo experimento foi feito com gorilas, mostrando principalmente a hierarquia desses animais. Esses vídeos também acabam surpreendendo pela alta definição em que são gerados. Já sobre os drones estão se tornando cada vez mais úteis alinhados à inteligência artificial, atualmente eles estão sendo utilizados em algumas regiões do mundo para identificar pessoas sintomáticas com COVID-19.

Fonte: PBS (Via VPN)

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.