Google Meet: serviço de videoconferência agora é gratuito para todos
Créditos: Google

Google Meet: serviço de videoconferência agora é gratuito para todos

Ele pode ser usado por qualquer um com uma conta do Google

Leitura Rápida

  • Serviço agora pode ser usado por qualquer um com uma conta do Google.
  • Reuniões no serviço podem ter até 100 pessoas.
  • No momento as reuniões podem durar o tempo que for necessário.
  • A partir de 30 setembro o tempo limite passará a ser de 60 minutos por reunião.

O Google anunciou que o serviço de videoconferência Google Meet agora está disponível gratuitamente para qualquer um que queira usá-lo. O serviço era oferecido antes apenas para clientes corporativos e educacionais via G Suite.

A empresa afirma que agora qualquer um com uma conta do Google poderá criar gratuitamente reuniões no Google Meet com até 100 pessoas. No momento as reuniões podem durar o tempo que for necessário, mas a partir de 30 de setembro o tempo limite passará a ser de 60 minutos por reunião.

23/04/2020 às 15:10
Notícia

Google Meet vai permitir mostrar até 16 participantes em uma ...

Recurso será disponibilizado a todos os usuários do Google G Suite

A exigência de ter uma conta do Google pode ser um ponto controverso. As pessoas não poderão apenas clicar em um link e participar de uma reunião — elas precisarão estar logadas. Isso é necessário para que as reuniões possam ser mais bem controladas por seus anfitriões.

O Google também introduzirá outras medidas de segurança: as pessoas não adicionadas explicitamente a uma reunião por meio de um convite de calendário serão automaticamente inseridas em uma sala verde quando tentarem participar de uma reunião e só serão incluídas na reunião quando aprovadas pelo anfitrião. A versão gratuita também não oferecerá números de discagem de telefone fixo para reuniões.

No momento as reuniões podem durar o tempo que for necessário, mas a partir de 30 de setembro o tempo limite passará a ser de 60 minutos por reunião.

Essas medidas de segurança são a maneira encontrada pelo Google de diferenciar seu serviço do Zoom, que teve uma ascensão meteórica que nos últimos meses e pegou tanto o Google quanto a Microsoft de surpresa. A atenção extra recebida pelo Zoom também serviu para revelar diversos problemas de segurança e a empresa por trás dele tem trabalhado duro para solucioná-los. Mesmo assim, os problemas de segurança fizeram com que muitos procurassem por alternativas e é aí que o Google Meet entra.

Google Meet: serviço de videoconferência agora é gratuito para todos
Google Meet pode exibir até 16 pessoas na tela

Continua após a publicidade

O Google também tem alguns problemas quando se trata de seus produtos de conferência e mensagens. O Google Meet só se tornou o "Google Meet" no início deste mês — antes disso, o serviço se chamava Hangouts Meet. Esse é um legado da história fraturada e complicada dos aplicativos de mensagens e vídeos do Google. O Hangouts Chat, concorrente do Slack e do Microsoft Teams, também foi recentemente renomeado para Google Chat. No caso do Google Hangouts Video, com o tempo ele fará a transição para o Google Meet e com isso a empresa espera oferecer uma plataforma única para usuários comuns e usuários corporativos.

O Google Meet também foi atualizado recentemente para poder exibir até 16 participantes ao mesmo tempo na tela em um mosaico. Este modo é suportado nos aplicativos para dispositivos móveis e nos navegadores para desktops.

Além de confirmar que o serviço de videoconferência agora está disponível para todos com uma conta do Google, a empresa anunciou um novo plano da G Suite chamado “G Suite Essentials”. Este plano inclui o Meet e o Google Drive, mas não inclui o Gmail. Todos os clientes do G Suite terão acesso gratuito ao Meet até o dia 30 de setembro.

Por último, o Google Meet também terá integração com o Gmail – tanto a versão disponível como parte da G Suite como a versão disponível para usuários comuns. Mais detalhes sobre isso devem ser divulgados em breve.

Fonte: The Verge
User img

Fabio Rosolen

DICA: Veja como formatar o WINDOWS 10 sem PEN DRIVE [FÁCIL]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.