Facebook vai mapear COVID-19 no mundo através de questionários online
Créditos: Computer World

Facebook vai mapear COVID-19 no mundo através de questionários online

Perguntas serão feitas dentro da rede social e Mark Zuckerberg garante que dados serão utilizados apenas para o combate ao vírus

Enquanto a pandemia parece estar longe de acabar, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou como a empresa pode trabalhar para colaborar para superar o vírus. Segundo conta em seu artigo no The Washington Post, a rede social trabalhou em parceria com a Carnegie Mellon University colhendo dados de pessoas sobre o vírus através da plataforma.

A pesquisa envolveu questionários disponibilizados dentro da rede com perguntas para identificar possíveis pacientes com sintomas da doença, ou seja, não só aqueles que foram aos hospitais em busca de ajuda, mas também os que podem ter contraído sem ficar em estado mais grave.

As perguntas ficaram limitadas aos usuários dos Estados Unidos, mais de um milhão de respostas foram colhidas por semana, algo que gerou dados que podem ser utilizados para a tomada de decisão e melhor compreensão do cenário atual no país. Os dados serão de ajuda imediata às regiões em que o questionário foi respondido.

Covid-19: Facebook vai começar a avisar
quem interagiu com informações falsas

Uma das evidências que foi possível perceber é de que algumas regiões de Nova Iorque já contam com uma taxa de 2% a 3% de pessoas infectadas de seu total de habitantes. Com mais de 8 milhões de habitantes em toda Nova Iorque, alguns desses subúrbios são realmente populosos, por isso o número acaba se tornando de relevância.

O questionário em breve será global, a empresa agora passa a trabalhar também com a Universidade de Maryland e deve auxiliar autoridades do mundo todo com dados precisos sobre a doença. São cerca de 2,5 bilhões de usuários na plataforma ao redor do mundo, os dados colhidos podem ser de grande ajuda.

É claro que o passado do Facebook lidando com dados de pessoas preocupa, algo que Zuckerberg garante que nenhuma informação obtida dos questionários é compartilhada é armazenada no Facebook.

Fonte: Washington Post

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.