Gmail bloqueia 18 milhões de emails maliciosos relacionados ao Coronavírus por dia
Créditos: Google

Gmail bloqueia 18 milhões de emails maliciosos relacionados ao Coronavírus por dia

Criminosos estão se aproveitando da pandemia para disseminar golpes na Web

Com a pandemia de Coronavírus (COVID-19) afetando a vida de muitas pessoas no mundo todo, criminosos também estão se aproveitando disso para disseminar golpes na Web. Em um novo post publicado em seu blog, o Google disse que o serviço de webmail Gmail já bloqueia cerca de 18 milhões de emails maliciosos relacionados ao Coronavírus por dia.

24/03/2020 às 18:08
Artigo

Phishing em tempos de Coronavírus - Como se proteger dos golpes

A doença está sendo usada como desculpa para roubar dados de diversos usuários

Este número parece bem alto, mas não chega nem perto do número de mensagens bloqueadas pelo Gmail todos os dias. Estes 18 milhões de emails maliciosos relacionados ao Coronavírus representam 20% do total de mensagens falsas bloqueadas pelo serviço de webmail do Google, que pode chegar a até 100 milhões por dia.

Os sistemas automatizados do Gmail filtram outros 240 milhões de emails que são spam relacionados ao Coronavírus, mas alguns acabam escapando. No caso das mensagens usadas para phishing, muitas se passam pela Organização Mundial da Saúde (OMS) pedindo que as pessoas façam doações em Bitcoin, como no exemplo abaixo:

Gmail bloqueia 18 milhões de emails maliciosos relacionados ao Coronavírus por dia

Estes outros dois exemplos de mensagens maliciosas tem como alvo funcionários de empresas trabalhando em casa e quem está esperando por um auxílio financeiro do governo:

Já este último email tem como alvo as organizações impactadas por ordens de permanência em casa:

Continua após a publicidade

Em seu blog o Google explica que nem todos os emails com malware e phishing relacionados ao COVID-19 são novos. Muitos são "campanhas de malware existentes que simplesmente foram atualizadas para explorar a atenção dada ao surto de COVID-19". A empresa diz que criminosos estão tentando se aproveitar principalmente de pessoas trabalhando em casa, já que os ambientes são menos seguros do que os corporativos, e que muitos americanos já perderam cerca de US$ 12 milhões para golpistas e criminosos durante a pandemia.

Assim que o Google identifica uma ameaça, ela é adicionada à API Navegação Segura, que protege os usuários no Google Chrome, Gmail e todos os outros produtos integrados. A Navegação Segura ajuda a proteger mais de quatro bilhões de dispositivos todos os dias, mostrando avisos aos usuários quando eles tentam navegar para sites perigosos ou baixar arquivos perigosos. 

No G Suite, os controles avançados de phishing e malware são ligados por padrão, garantindo que todos os usuários tenham automaticamente essas proteções proativas. Estes controles podem direcionar emails de phishing e com malware para uma quarentena nova ou existente, identificar mensagens com anexos incomuns, identificar mensagens sem autenticação que tentam se passar por mensagens vindas de outros domínios e mais.
 

Fonte: TweakTown, Google
User img

Fabio Rosolen

Semana BLACK FRIDAY: 7 DICAS para COMPRAR MUITO BARATO na INTERNET!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.