Processador A12Z do novo iPad Pro é o quase o mesmo A12X do iPad Pro de 2018
Créditos: Apple

Processador A12Z do novo iPad Pro é o quase o mesmo A12X do iPad Pro de 2018

Análise técnica revela que "novo" modelo é uma pequena revisão do SoC anterior

Uma nova versão do iPad Pro chegou no mês passado, sendo lançada no Brasil por valores oficiais a partir de R$ 8.499. O tablet high-end da Apple de 2020 marcou a estreia também de um "novo" processador, o A12Z. Mas uma análise técnica do pessoal do TechInsights revelou que esse processador, na verdade, não é tão "novo" assim:

Mesmo sem conhecimento técnico, dá pra ver pela imagem que as estruturas dos processadores são basicamente iguais. Mas isso não significa que a performance deles seja exatamente a mesma - a Apple não mudou o nome do processador só pra ele parecer novo. Tem uma pequena, mas importante, diferença.

Os dois processadores têm o mesmo número de clusters em suas GPUs, mas o A12X conta com apenas sete deles ativados, enquanto o A12Z vem com todos os 8 ativados. A linguagem é meio técnica, mas o resultado é simples de entender: um pouco mais de performance. Iso tem a ver com melhorias no processo que permite aproveitar melhor o hardware produzido.

Comparando os modelos diretamente:


Tabela organizada pelo AnandTech

18/03/2020 às 17:06
Notícia

Novo iPad Pro chega ao Brasil com preços a partir de R$ 8.499

Tablet com 11 e 12.9 polegadas chega ao mercado nacional com suporte para Wi-Fi 6

Continua após a publicidade

Além do processador A12Z, o iPad Pro mais recente oferece uma tela de 11'' e um sistema de câmeras traseiras duplas de 12MP+10MP. Além desse modelo básico, por R$ 8.499, tem também o de 12,9'' por R$ 10.499. Essas duas opções podem ser obtidas com chip para oferecer rede móvel, saindo então por R$ 10.099 no modelo de 11'' e por R$ 12.099 no iPad Pro de 12,9''. Esses são os valores padrão referentes ao site oficial da Apple.

Fonte: AnandTech
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.