Problemas na cadeia de fornecimento fazem envios de PC caírem em 2020
Créditos: Lenovo

Problemas na cadeia de fornecimento fazem envios de PC caírem em 2020

Fábricas na China estão com atividade reduzida por causa da pandemia

A firma especializada em análise de mercado, Canalys, divulgou um novo relatório onde aponta uma queda de 8% no envio de computadores, Macs e notebooks para lojistas. O motivo para isso estaria em problemas na cadeira de fornecimento, já que as fábricas na China têm o seu funcionamento comprometido por causa da pandemia do novo coronavírus (o Sars-Cov2).

11/04/2020 às 19:33
Notícia

Pandemia ainda não impactou fornecedoras de peças para smartp...

Empresas como Huawei e Oppo mantiveram os pedidos conforme o planejado antes das quarentenas

Isso acontece apesar de um aumento na demanda por novos computadores, que foi causado pela movimentação de uma grande quantidade de empresas do mundo em direção ao trabalho remoto durante esta quarentena. Ao mesmo tempo, muitos estudantes estão procurando computadores para continuarem seus cursos através do Ensino à Distância (EaD).

Fonte: Canalys

No total, foram enviados 53,7 milhões de computadores aos lojistas no primeiro trimestre de 2020. Apesar da instabilidade na cadeia de fornecimento, o ranking de maiores fabricantes de computadores do mundo segue inalterado.

A Lenovo é a empresa que mais envia PCs, notebooks e workstations aos lojistas, com 12,8 milhões de unidades (23,9% do mercado). Em segundo vem a HP, com uma fatia de 21,8%, com a Dell logo atrás em terceira com 19,6% do mercado.

Fonte: Canalys

Continua após a publicidade

A Apple foi a empresa que mais perdeu durante essa crise, com uma queda de 21% nos envios de Macs, em comparação com o mesmo período de 2020. A empresa tem 6% do mercado, tendo enviado 3,2 milhões de computadores, contra 3,5% milhões nos primeiros três meses do ano passado.

Fonte: Canalys
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.