Dell apresenta nova ferramenta para proteger PCs de ataques à BIOS
Créditos: Dell

Dell apresenta nova ferramenta para proteger PCs de ataques à BIOS

Recurso tem como objetivo proteger computadores durante época de trabalhos remotos

A fabricante norte-americana de computadores, Dell, revelou uma nova tecnologia de segurança que foi projetada para proteger seus computadores de ataques contra a BIOS (Basic Input/Output System). O motivo para isso, segundo a empresa, é que os cibercriminosos estão alterando seus métodos de ataque durante o período de quarentena.

29/01/2020 às 12:00
Notícia

O Instagram está superpopulando Hallstatt, vilarejo usado com...

Cidade possui menos de mil habitantes e está recebendo 10 mil turistas por dia

De acordo com os engenheiros de segurança da Dell, hackers mal-intencionados estão começando a focar mais em métodos para comprometer os endpoints e o acesso a dados críticos. Com o objetivo de combater essa tendência, a fabricante implementou dois novos recursos especiais: o SafeBIOS Events e o Indicators of Attack (IoA).

Ambas funcionam ao permitir que organizações de segurança tenham a habilidade de checar o status de segurança dos computadores dos seus empregados. Isso é feito através da detecção de mudanças nas configurações da BIOS, que é um grande indicativo de ataques em potencial.

A ferramenta usa um sistema baseado em comportamentos para criar uma avançada detecção de ameaças ao endpoint.

Como aponta o site Neowin, ao detectar uma ameaça em potencial, a ferramenta envia alertas para os departamentos de segurança das empresas. Esses avisos aparecem nos consoles de gerenciamento desses departamentos, o que os ajudam a lançar uma resposta até mesmo contra um ataque que está em execução.

As ferramentas de segurança da BIOS, SafeBIOS Events e o Indicators of Attack (IoA), já estão disponíveis para download em computadores comerciais da Dell ao redor do mundo.

Continua após a publicidade
Via: Neowin Fonte: Dell
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.