Vacina contra o Coronavírus financiada por Bill Gates está pronta para testes em humanos
Créditos: Getty Images

Vacina contra o Coronavírus financiada por Bill Gates está pronta para testes em humanos

40 voluntários foram selecionados para os testes

Cientistas em todo o mundo estão correndo para desenvolver uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) o mais rápido possível e pesquisadores de várias instituições fizeram um grande progresso em muito pouco tempo. Dois testes clínicos em humanos já começaram nos Estados Unidos e na China nas últimas semanas, enquanto médicos na Austrália estão estudando os potenciais benefícios de outra vacina mais antiga.

03/04/2020 às 12:05
Notícia

Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via s...

Ministério da Saúde está investindo no aplicativo Coronavírus-SUS, que tem atendimento automático, in...

No caso de Bill Gates, que se afastou da Microsoft para se dedicar exclusivamente à filantropia, ele disse semanas atrás que a Fundação Bill e Melinda Gates lideraria o desenvolvimento de vacinas contra o Coronavírus, iniciando os trabalhos em nada menos que sete linhas de produção distintas para potenciais candidatos. Embora a iniciativa custe bilhões de dólares, isto também poderia salvar milhares de vidas. A logística relacionada à fabricação e ao envio de vacinas precisa ser trabalhada ao mesmo tempo em que a pesquisa sobre elas. Agora foi confirmado que uma destas vacinas financiadas por Gates e sua Fundação já está pronta para testes em humanos.

A Food and Drug Administration (FDA), que é uma agência federal dos Estados Unidos, aceitou um pedido da Inovio Pharmaceuticals no âmbito do programa Investigational New Drug. A droga sendo testada é a vacina chamada INO-4800, que mostrou resultados promissores em estudos anteriores envolvendo animais.

A droga pode aumentar a resposta do sistema imunológico quando uma estrutura genética especificamente projetada é injetada no corpo humano. O sistema imunológico produz anticorpos para combater o patógeno recém-detectado, o que pode então ajudar a combater o novo Coronavírus. 40 voluntários saudáveis selecionados pela Perelman School of Medicine da Filadélfia na Universidade da Pensilvânia e pelo Centro de Pesquisa Farmacêutica em Kansas City serão inoculados na Fase 1, que deve ser concluída nos próximos meses.

A vacina é baseada no trabalho que a Inovio iniciou para a epidemia de MERS (Síndrome Respiratória do Oriente Médio) de alguns anos atrás. A empresa usou uma vacina de DNA em um teste de Fase 1 que mostrou uma resposta promissora, produzindo um alto nível de anticorpos que persistiram por um longo período.

A Inovio produziu milhares de doses de INO-4800 em apenas algumas semanas, que serão usadas nos testes da Fase 1 e Fase 2. A empresa diz que poderá aumentar a produção para até um milhão de doses até o final deste ano se os testes clínicos forem bem-sucedidos. Se autorizadas, as doses podem ser utilizadas em testes adicionais ou em emergências.

Todas as vacinas contra COVID-19 aprovadas para uso em humanos precisarão de até 18 meses para estarem disponíveis ao público em geral.

Fonte: TweakTown, BGR
User img

Fabio Rosolen

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.