Xiaomi não deu indireta pra Huawei, Google é quem força uso de mensagem em caixas
Créditos: XDA Developers

Xiaomi não deu indireta pra Huawei, Google é quem força uso de mensagem em caixas

Especulava-se que inclusão de apps da Google na caixa do Mi 10 era menção ao bloqueio da Huawei

Após o lançamento dos smartphones topo de linha Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro na Europa, um detalhe chamou a atenção de muita gente: a presença dos aplicativos da Google na sua caixa. Especulou-se que isso era uma indireta para a Huawei – que não pode ter esses apps em seus smartphones – mas, na verdade, se trata de uma obrigação da própria Google.

07/04/2020 às 16:12
Notícia

Nova patente da Xiaomi mostra aparelho com tela infinita e câ...

A chinesa já havia patenteado uma interface para smartphones curvos no ano passado

Segundo um comunicado oficial emitido pela Xiaomi, essa é uma diretriz da fabricante do Android que existe há um bom tempo. O objetivo da Google seria mostrar que os smartphones com o sistema já vêm com uma série de apps muito procurados pelos usuários, como YouTube ou Gmail.

De acordo com o site XDA Developers, esses aplicativos incluem o que é conhecido como o "Núcleo dos Serviços do Google Mobile (GMS)". Essa lista inclui, entre outros, os seguintes apps: Google App, Google Chrome, Google Play Store, Gmail, Google Maps e YouTube.

Fonte: Huawei

Caso desejem, as fabricantes podem instalar outras aplicações da Google em seus smartphones, mas não há uma obrigação para fazer isso. Caso elas façam isso, a empresa recomenda adicionar "com fácil acesso aos apps da Google que você mais usa" à caixa do smartphone.

Foi isso que a Xiaomi fez no Mi 10 Pro, que já vem de fábrica com aplicativos como Google Pay, Google Podcasts, Google One, Google Contatos, Google Agenda, Google Lens, Google Assistente e Google Notícias. Esses programas não são parte do GMS Core e não estão instalados em outros apps que fazem parte do programa GMS, como é o caso do Samsung Galaxy S20.

Continua após a publicidade
Via: XDA Developers
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.